14/04/2011

Em Brasília, secretário de Energia defende maior diálogo com a União e Parlamento

O secretário de Energia do Estado de São Paulo, José Aníbal, participou nesta quarta-feira, 13/04, de encontro do Fórum Nacional de Secretários de Estado para Assuntos de Energia em Brasília e defendeu uma maior interlocução com o Legislativo e o Governo Federal.

“Estamos querendo estabelecer um bom diálogo com Senado e Câmara e ampliar a nossa interlocução com o Governo, Ministério de Minas e Energia, Aneel e outras instâncias”, disse.

Aníbal também se reuniu com o presidente da Comissão de Minas e Energia da Câmara Federal, deputado Luiz Fernando Faria, e com a presidente da Comissão de Infraestrutura do Senado, senadora Lúcia Vânia.

No encontro, o secretário de Energia de São Paulo falou sobre o incentivo para a produção de energia a partir da biomassa em nosso estado e reiterou a necessidade de mais diálogo com a União. “Em São Paulo a energia produzida com bagaço de cana e com palha de cana é uma energia absolutamente limpa que está em expansão. Mas a gente fica sempre na dependência dos leilões feitos pelo Governo Federal para saber se vai ter demanda pela energia de biomassa, demanda pela energia eólica, demanda pela energia de termoelétrica”, afirmou.

Outra idéia defendida por José Aníbal foi que a questão da concessão para o funcionamento de pequenas hidrelétricas seja feita pelos estados. “Embora toda a questão relativa à energia e recursos hídricos pela Constituição seja de competência exclusiva do Governo Federal, a questão relativa às pequenas centrais hidrelétricas, a outorga, a concessão, nós defendemos que seja feita pelos estados e não centralizada na Aneel em Brasília”, disse.