15/09/2011

Reajuste na tarifa de energia deve ser menor, afirma Secretário

O Secretario de Energia de São Paulo, José Aníbal, afirmou ontem (14/09), após reunião no Palácio dos Bandeirantes, que as tarifas de energia elétrica devem sofrer reajustes menores após a conclusão do processo de revisão de tarifas produzido pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).

Pelas regras da agência, os investimentos feitos pelas companhias de transmissão e distribuição devem ser considerados na revisão, mas o secretário espera que a competitividade das empresas seja levada em conta. “Nossa expectativa é de que os reajustes sejam menores para o consumidor, uma vez que as empresas têm obtido lucros cada vez maiores”, disse o secretário.

José Aníbal também defendeu que a demora na definição do novo modelo não prejudicará os consumidores. “Se houver uma redução da tarifa, como eu espero, e se por ventura houver uma cobrança indevida, faz-se o ressarcimento imediatamente. Não há problema nenhum”, disse.

A Aneel deve apresentar o novo modelo de tarifas em outubro. Além de São Paulo, Ceará e Pará também aguardam uma definição da agência.