02/12/2011

Empresas de energia concluem apresentação de planos para enfrentar o período chuvoso

A Secretaria de Energia e diversas autoridades do setor participaram esta semana da apresentação do Plano Verão das distribuidoras de energia na Arsesp. O plano Verão define como cada concessionária de energia está se preparando para o próximo verão, onde a incidência de chuvas é grande.

AES Eletropaulo

De acordo com a AES Eletropaulo, o plano Verão atuará nos principais pontos do processo de restabelecimento de energia em situações de emergência: disponibilidade de eletricistas para o atendimento, logística do deslocamento das equipes e atendimento ao cliente.

A AES Eletropaulo reforçará suas turmas de emergências entre dezembro e março com 360 eletricistas nas equipes de emergência. No total, serão 1.419 profissionais preparados para o restabelecimento de energia. Outra novidade apresentada serão 10 turmas especializadas na remoção de árvores de grande porte, com isso, a concessionária vai auxiliar o trabalho do Corpo de Bombeiros e Defesa Civil quando este tipo de ocorrência atingir a rede elétrica.

A distribuidora também contará com novo sistema de previsão meteorológica, composto por 11 estações instaladas estrategicamente na área de concessão. Isso contribuirá diretamente com a definição do deslocamento dos eletricistas. A Central de Operações receberá informações sobre a possibilidade de ocorrência de chuvas de verão com, pelo menos, duas horas de antecedência e enviará previamente equipes de emergência para esses locais.

“O sistema informatizado tem autonomia para distribuir automaticamente as ocorrências entre as turmas, otimizando o tempo de deslocamento delas”, explica Sidney Simonaggio, diretor executivo de operações da AES Eletropaulo.

No atendimento ao cliente, o call center da AES Eletropaulo recebeu mais 150 posições de atendimento, passando a contar com 550 no total. Além disso, foi contratado contingente extra de 300 posições de atendimento, que poderá ser acionado em situações mais críticas.

Rede Energia

Já a Rede Energia visa aumentar a agilidade da informação que chega até o cliente. Cada operário da distribuidora passará a ter um computador de mão e no local da ocorrência, publicará diretamente no sistema o fato e a previsão de religamento. Essa mensagem é recebida diretamente no sistema da empresa que alimenta a comunicação com os consumidores via call center, SMS e mensagem de voz.

“A Rede Energia inaugura na próxima segunda-feira, 21 de novembro, o sistema de comunicação via SMS onde o consumidor poderá informar a empresa pelo telefone celular a solicitação de uma equipe ou uma pergunta sobre prazo de religamento, por exemplo. Outras concessionárias já possuem este sistema. A empresa terá um volume de informações gigantesco que ajudará na definição das prioridades”, afirma Fábio Carrasco, gerente de operações da Rede Energia.

Elektro

A Elektro, empresa responsável pela distribuição de energia no litoral, investiu R$ 360 milhões, nos últimos dois anos, para melhorar a prestação do serviço e reduzir o risco de interrupção nos períodos de chuva forte.
A empresa comprou novos alimentadores e está realizando o processo de digitalização, investindo na modernização de seus religadores. 87,5% dos equipamentos já foram automatizados.  

“O verão é uma época crítica, mas trabalhamos o ano inteiro para que tudo funcione perfeitamente sempre, em qualquer época do ano. Claro que temos questões operacionais que devem e são revistas nessa época, por exemplo, a colocação de equipes operacionais em pontos estratégicos de todas as cidades litorâneas”, afirma Luis Antônio Porta, gerente de operações da Elektro.

EDP Bandeirante

A EDP Bandeirante, que atua nas regiões do Alto Tietê, Vale do Paraíba e nas cidades de São Sebastião e Caraguatatuba anunciou um investimento de 196 milhões em 2011.

Segundo Francisco Fernandes, diretor técnico da concessionária, o planejamento da empresa foi dividido em cinco frentes: investimento estrutural, manutenção preventiva, otimização dos processos, melhoria nos canais de atendimento e qualificação das equipes. “Estamos trabalhando desde o início desse ano para atender a todas as expectativas. Acreditamos que o nosso esforço resultará em um verão bem mais tranquilo para nós e principalmente para o consumidor”, afirmou.

A concessionária inaugurou cinco novas subestações e ampliou sete já existentes, gerando um aumento de 13% na sua capacidade. Na área de manutenção, a empresa intensificou a poda de árvores, substituições de postes, cruzetas e a instalação de para-raios. A empresa ainda desenvolveu um plano de avaliação e substituição dos circuitos, que deve ser realizado gradativamente até 2013 em toda área de concessão.

Para agilizar o atendimento às ocorrências, a EDP conta hoje com 330 equipes, algumas delas focadas exclusivamente ao atendimento nos dias críticos. Além do aumento no número de funcionários, a EDP também investiu em otimização: maior organização dos centros de manutenção, GPS automotivos com marcações da própria rede cadastrados e um aumento de 22% nos religadores que implicou em uma redução de 59% nos deslocamentos improcedentes das equipes.

Outro destaque é o investimento nos canais de atendimento. Além de qualificação dos profissionais, foi criado um novo canal para atendimento exclusivo aos Bombeiros, Defesa Civil e Polícia Militar, parceiros no atendimento a algumas ocorrências.

CPFL Energia

A CPFL Energia, grupo de empresas que gera, distribui e comercializa energia, apresentou nesta sexta-feira, 25 de novembro, na Arsesp o seu Plano Verão.

Atuante no estados de São Paulo, Rio Grande do Sul, Paraná e Minas Gerais,  o grupo investiu cerca de R$ 407 milhões em melhorias neste ano somente na CPFL Paulista.

A empresa possui operadores especialistas em operação do sistema elétrico e acionamento de equipes e visa trabalhar sempre preventivamente para estar pronto em uma possível interrupção de energia. O grupo revisou o chamado Plano de Contingência e visa manter uma excelente relação com a imprensa, comunicando-os periodicamente.

“Trabalhamos nosso planejamento para ter sucesso no Plano Verão. Realizamos manutenção e revisão específica nos pontos estratégicos. Identificamos e aplicamos melhorias na acessibilidade dos nossos clientes”, afirmou Antônio Carlos Cyrino, diretor de operações da CPFL Energia.

CTEEP

A CTEEP (Companhia de Transmissão de Energia Elétrica Paulista) está presente em 14 estados brasileiros e registrou em 2010 um crescimento de 3,9% na receita operacional bruta, que totalizou R$ 2,6 bilhões no ano, e o lucro líquido alcançado foi de R$ 812,2 milhões.

A Companhia apresentou dia 02 de dezembro na Arsesp seu Plano Verão para a próxima temporada. Foi destacado o grande consumo de energia no litoral, a variação de temperatura e o aumento do consumo de ar condicionado.

A CTEEP realizou diversas melhorias e investimentos neste ano visando conter problemas na época do verão e também durante todo o ano. Foram colocadas em funcionamento 4 subestações e mais 3 novas subestações devem começar a funcionar entre dezembro deste ano e abril de 2012.

Carlos Ribeiro, gerente do departamento de operações da CTEEP, explicou que a companhia quer manter o nível de qualidade, infraestrutura e logística para garantir o atendimento rápido sempre que necessário.

“Toda a temporada de verão tem uma atenção especial e manutenções prévias nas linhas e subestações. O litoral e a região metropolitana merecem uma atenção especial. Uma de nossas ações neste período é a disponibilidade de um helicóptero no litoral sul para dar suporte às equipes”, concluiu Ribeiro.