06/12/2011

Secretário faz vistoria técnica na subestação Piratininga II da CTEEP

O secretário de Energia, José Aníbal, o secretário adjunto, Ricardo Achilles e o subsecretário de Energia Elétrica, Arnaldo Silva Neto, visitaram, dia 06, a subestação Piratininga II para vistoria técnica. A nova subestação da CTEEP (Companhia de Transmissão de Energia Elétrica Paulista), com capacidade de 1200 MVA, atenderá cerca de 2,4 milhões de moradores da zona Sul de São Paulo.

“Essa subestação é de grande potencial de carga de energia. Ela vai ser integrada a um sistema de duas outras subestações: a de Piratininga I e a subestação Bandeirantes, que teve problemas no mês de fevereiro deste ano quando interrompeu o fornecimento de 600 mil famílias e empresas”, afirmou o secretário.

Segundo o secretário José Aníbal, a estação Piratininga II vai distribuir a carga destas duas outras subestações, garantindo a segurança energética de toda região Sul de São Paulo. “Isso para nós é muito importante porque é a centralidade da ação da Secretaria de Energia garantir, tanto quanto possível, o fornecimento ininterrupto de energia. É um serviço contratado para ser fornecido de forma ininterrupta e tudo o que puder ser feito do ponto de vista técnico, do sistema, tem que ser feito.”

Para Celso Cerchiari, diretor de Operações da CTEEP, as obras, iniciadas no final de janeiro, foram realizadas em tempo recorde. A obra teve investimentos de R$ 140 milhões. Até o dia 16 de dezembro a estação entrará em fase de testes, que levará cerca de 20 dias. Em janeiro, a subestação entrará em operação. A subestação Piratininga II terá capacidade para abastecer uma cidade do tamanho de Campinas.