23/01/2012

Governador Alckmin e secretário José Aníbal inauguram Subestação Piratininga II, da CTEEP

O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, e o secretário estadual de Energia, José Aníbal, inauguraram na manhã desta segunda-feira a subestação Piratininga II, da CTEEP. A obra teve investimento de R$ 130 milhões e vai beneficiar 2,4 milhões de moradores da zona Sul da cidade de São Paulo.

A nova subestação tem capacidade de 1.200 MVA e é integrada a duas outras subestações: a de Piratininga I e a de Bandeirantes. Esse sistema permite a transferência de cargas, o que evita o corte de fornecimento na zona Sul da cidade de São Paulo. A obra ficou pronta em apenas 10 meses.  

“A segurança energética não pode ser dissociada de um sistema confiável de transmissão de energia. Isso significa investimento. Hoje estamos inaugurando a subestação que nos dará mais segurança energética, e a nossa expectativa é de que tenhamos um verão melhor do que o do ano passado, sem falta de energia. A ordem do governo Alckmin é que aqui não se esconde problema, se resolve”, disse o secretário de Energia, José Aníbal. 

“Há 10 meses não tínhamos nada aqui e agora ganhamos esse investimento em São Paulo. Estamos garantindo a melhor qualidade de um serviço essencial para a nossa população”, diz o governador do Estado de São Paulo, Geraldo Alckmin. 

A subestação é considerada prioritária pelo Grupo de Trabalho Copa do Mundo (GT Copa) pela segurança no fornecimento de energia elétrica para a Copa 2014. As outras obras definidas pelo grupo são: a subestação Jandira (garante o fornecimento para a região oeste da grande São Paulo), duas linhas de transmissão (uma atravessa Mogi das Cruzes e Itaquaquecetuba, região nordeste da região Metropolitana, e outra linha que cruza Embu e Alto da Serra, na região Sul) e uma subestação na região da avenida Juscelino Kubitschek.

O GT Copa é coordenado pelo Operador Nacional do Sistema (ONS) e, além da Secretaria de Energia, tem a participação da Empresa de Pesquisa Energética (EPE), AES Eletropaulo, CPFL e Bandeirantes (distribuidoras), e das transmissoras Furnas e CTEEP.