26/06/2012

Secretaria participa de evento sobre Economia Verde na Mobilidade

O subsecretário de Energias Renováveis, Marco Antonio Mroz, participou hoje da abertura do Colloquium da SAE Brasil de Energia Verde na Mobilidade, que acontece até o dia 27, em Piracicaba, e conta com apoio institucional da Secretaria de Energia.

O subsecretário apresentou os desafios da Política Estadual de Mudanças Climáticas (PEMC), que tem por meta a redução de 20% nas emissões de gases de efeito estufa no Estado até 2020. A previsão da Secretaria de Energia é aumentar em 21% as fontes renováveis na matriz energética do Estado, elevando de 57% para 69% a participação das energias verdes.

Mroz apresentou dados da capacidade produtiva, de consumo e venda do biodiesel e do potencial de algumas culturas como algodão, amendoim, canola, dendê, entre outros. A meta de consumo de biodiesel em São Paulo para 2020 é de 1,8 bilhões de litros.

Com relação ao etanol, a meta para 2020 é produzir 22,6 bilhões de litros. Para isso, será necessária a instalação de 120 novas usinas e um crescimento acima de 9% no setor. Mroz apresentou o zoneamento agroambiental do Estado, que mostra a existência de áreas adequadas para a expansão do cultivo de cana.

Dentre as atividades a serem incentivadas para a diminuição das emissões, o subsecretário falou da importância da evolução dos veículos leves fabricados no Brasil, que emitem 28% menos do que os mesmo carros da década de 80, bem como do Programa de Inspeção Veicular, que busca incentivar o proprietário a fazer a manutenção do carro regularmente.

As diretrizes para os biocombustíveis no Plano Paulista de Energia, que está em fase de aprovação pelo CEPE (Conselho Estadual de Política Energética), consideram a análise tributária da cadeia produtiva, criação de legislação municipal para o uso dos biocombustíveis, desenvolvimento agrícola e tecnológico na produção, estoque regulador, leilões regionais, entre outras.