18/09/2012

Secretário abre evento de biomassa

O secretário de Energia de São Paulo, José Aníbal, participou na manhã desta terça-feira da abertura do evento Biomass Power Generation Brazil. Realizada em São Paulo, a conferência reuniu interessados na geração de energia a partir da biomassa no Brasil.

Aníbal falou sobre “Como dar suporte à energia limpa e sustentável no estado mais populoso do Brasil”. Ele lembrou que o setor tem um potencial cada vez maior, mas não vem se concretizando como poderia. “Precisamos que haja um aproveitamento integral de todos os produtos da cana de açúcar”, disse.

Para estimular o segmento, Aníbal destacou que o governo de São Paulo isentou o ICMS para a modernização das caldeiras nas usinas, para a realização da cogeração de energia. “No entanto, não foi possível avançar como gostaríamos. O governo federal realiza dois leilões anuais por menor preço. No ano passado, 75% da energia contratada foi de eólica. Com isso, a cogeração a partir do bagaço da cana fica subutilizada.”

O secretário lembrou a ousada meta do Estado de São Paulo de até 2020 ter 69% de participação das energias limpas na matriz energética paulista. Para atingir esse objetivo, a energia gerada a partir do bagaço de cana precisa crescer dos atuais 35% para 45%.

Conforme falou Aníbal, o balanço do efeito estufa também tem de ser colocado na pauta. De acordo com ele, o Brasil tem graves problemas logísticos que impedem uma maior competitividade do setor. “Há uma proposta firme do governo paulista nesse sentido. Em 2010, exportamos 17 milhões de toneladas de açúcar pelo porto de Santos. Desse total, 92% foram levados de caminhão, em mais de 300 mil viagens”, exemplificou.