12/12/2012

Reunião debate obras para Copa do Mundo

O grupo de trabalho que acompanha o andamento das obras de reforço do sistema elétrico para a Copa do Mundo de 2014 reuniu-se na última segunda-feira, 10, na sede do Comitê Paulista da Copa, em São Paulo.

Participaram do encontro representantes da Secretaria de Energia, do Ministério de Minas e Energia, do Operador Nacional do Sistema (ONS) e da Cetesb, além das concessionárias distribuidoras e transmissoras de energia. De acordo com os técnicos da Secretaria de Energia, esse esforço é fundamental para melhorar a operação do sistema.

Segundo o secretário de Energia Elétrica do Ministério de Minas e Energia, Ildo Grüdtner, esse trabalho de monitoramento dos empreendimentos do setor elétrico que atendem as cidades-sede da Copa tem sido assíduo. Ele lembrou que foram realizadas 12 reuniões até o momento, uma em cada sede. Essa foi a segunda reunião sobre o assunto na cidade de São Paulo. A primeira havia sido em abril deste ano.

O suprimento de energia elétrica para os três aeroportos do Estado – Cumbica, Congonhas e Viracopos – e para a Arena de São Paulo também foi discutido. No caso do estádio, o projeto em elaboração entre a AES Eletropaulo e a construtora Odebrecht (responsável pela obra da arena) está em andamento e em processo adiantado. 

Segundo os operadores do sistema, a alimentação de energia realizada hoje para os aeroportos de Congonhas e Cumbica é suficiente para atender a demanda da Copa do Mundo. No caso de Viracopos, a CPFL fez o estudo para atender à ampliação do aeroporto – já contratado pela concessionária que administra o aeroporto de Campinas.