19/12/2012

Reunião do CEPE encerra as atividades do ano

Aconteceu, na manhã de hoje, a última reunião do ano do CEPE (Conselho Estadual de Política Energética). Criado com o objetivo de contribuir para a formulação de diretrizes e políticas públicas no setor energético para o governo de São Paulo, o grupo conta com a participação de autoridades e especialistas com notório saber na área de energia, como o professor Ildo Sauer que acaba de ingressar no conselho.

Além das questões relativas à gestão do CEPE e ao cronograma para o próximo ano, o evento contou com uma apresentação do professor José Goldemberg intitulada “Tendências do Mercado Mundial de Energia: Gargalos e oportunidades para São Paulo”.

Goldemberg trouxe informações atuais e relevantes sobre o setor energético no Brasil e no mundo. Ele também comentou os desafios nesse campo, entre eles a finitude de recursos, como o petróleo, e destacou as perspectivas futuras. “Até 2050 as energias renováveis, que atualmente representam 13% do total de energia usada no mundo, devem chegar a cerca de 30 a 40%”, analisa.

Esse cenário, segundo Goldemberg, é bastante favorável para os países em desenvolvimento, especialmente o Brasil, que conta com recursos valiosos para a geração de energia renovável. “A cana-de-açúcar é um produto maravilhoso sob vários pontos de vista considerando seu incrível potencial de aproveitamento e geração de energia”, enfatiza Goldemberg.

Ao final do encontro o secretário José Aníbal, que preside o conselho do CEPE, agradeceu os presentes e destacou a importância do grupo. “Com a elaboração do Plano Paulista de Energia, temos um grande papel a desempenhar, que é o de garantir que as metas de redução de emissões propostas pela PEMC (Política Estadual de Mudanças Climáticas) sejam cumpridas. Assim elevaremos  a participação das energias renováveis na matriz  estadual de 55% para 69% em 2020”, conclui.