26/12/2012

Secretário faz um balanço dos resultados de 2012

O secretário de Energia José Aníbal fez um balanço positivo das ações desempenhadas pela pasta em 2012. “Fecho o ano bastante entusiasmado com os resultados alcançados por nossa equipe. Cada uma de nossas subsecretarias – Energia Elétrica, Petróleo e Gás, Energias Renováveis e Mineração – obteve avanços importantes”, afirmou.

Uma das principais ações coordenadas pela secretaria ao longo do ano foi a aprovação do Plano Paulista de Energia, cujo intuito é assegurar o suprimento energético do Estado por meio do estímulo às fontes renováveis. O plano prevê elevar de 55% para 69% a participação das energias limpas na matriz energética do Estado até 2020.

De acordo com Aníbal, o governo paulista trabalhou firme em diversas frentes para estimular a geração de fontes complementares de energia. Ele citou como exemplos o lançamento do Atlas Eólico de São Paulo, que mapeou as regiões do Estado com maior potencial para gerar energia a partir dos ventos, e a criação do Programa Paulista de Biogás, que prevê a adição de um percentual mínimo de biometano ao gás canalizado do Estado.

Também com foco na ampliação da oferta, foram iniciados em outubro, pelo Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT), os estudos sobre o potencial de exploração e produção de gás de xisto no Estado. A contratação faz parte de uma estratégia do governo estadual de apoiar o desenvolvimento de alternativas de suprimento e ampliação da oferta de gás natural ao mercado industrial de São Paulo. Outras pesquisas importantes em andamento são o Ordenamento Geomineiro e o Sistema de Informações Minerárias de São Paulo.

“Há muitas outras ações, concluídas ou em execução, que merecem destaque. O ano de 2013 será promissor para o setor energético paulista”, disse o secretário.