26/03/2013

Secretaria de Energia recebe R$5,7 milhões para requalificação das marginais

O governador Geraldo Alckmin e o secretário de Energia, José Aníbal, assinaram, na tarde desta terça-feira (26), o decreto de crédito suplementar de cerca de R$ 5,7 milhões para a Secretaria de Energia.

O investimento será destinado à EMAE (Empresa Metropolitana de Águas e Energia Elétrica), na celebração de um convênio que prevê a implantação de uma ciclovia e a elaboração de estudos e projetos para requalificação urbana e social das marginais do sistema Tietê-Pinheiros.

A assinatura do decreto aconteceu durante visita à obra da ponte móvel, localizada na confluência do canal do rio Pinheiros, com o canal Guarapiranga, destinada a pedestres e bicicletas, que ligará a estação Santo Amaro da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos) ao bairro do Socorro, na zona sul.

A previsão inicial é de que a ponte, financiada pela Bayer, multinacional alemã do setor químico-farmacêutico, beneficie mais de 15 mil pessoas e seja concluída no início do segundo semestre deste ano.

“Este é um belo exemplo de parceria, a ponte não tem um centavo de dinheiro público e nós estamos fazendo uma ciclovia, que é uma obra que a cidade precisa. Além do papel de lazer, a ciclovia vai ser um meio de transporte para os trabalhadores”, afirmou o governador.

A ciclovia, cuja entrega está prevista para o segundo semestre deste ano, terá 2,8 quilometros de extensão, ligando a entrada do Pomar Urbano e a ponte do Socorro.

“Esta vai ser a ciclovia dos trabalhadores, não que a outra não seja, mas esta vai ser acentuadamente, já que ela vai servir não só aos trabalhadores da Bayer, mas a todos os trabalhadores do bairro do Socorro e região”, afirmou o secretário José Aníbal.