09/05/2013

Secretaria de Energia assina termo de cooperação para o setor minerário

Foi assinado, nesta quinta-feira (9), um termo de cooperação entre a Secretaria de Energia e o DNPM-SP (Departamento Nacional de Produção Mineral de São Paulo).

O evento aconteceu na sede do DNPM-SP e contou com a participação de Eduardo Rodrigues Machado Luz, coordenador do Comin da Fiesp (Comitê da da Cadeia Produtiva da Mineração da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo), Samuel Moreira, presidente da Câmara dos Deputados, Jooji Hato e João Caramez, deputados, Victor Hugo Froner Bicca, diretor-geral substituto do DNPM, além dos responsáveis pela assinatura do documento, Ricardo Moraes, superintendente do DNPM-SP e José Aníbal, secretário de Energia.

O objetivo da cooperação é promover uma maior integração entre as esferas públicas federal e estadual do governo, contribuindo para aperfeiçoar mecanismos de planejamento, fomento e controle da mineração no Estado de São Paulo.

“É importante que essas atividades sejam regulamentadas e ordenadas, porque os recursos são finitos. Gerar esses recursos de uma forma adequada e sustentável é uma responsabilidade de todos nós”, afirmou José Aníbal.

O faturamento do setor minerário gira em torno de U$ 1 bilhão por ano, o que coloca o Estado entre os três maiores produtores de riquezas minerais do país.

“Hoje não estamos assinando um documento de adição, mas sim de multiplicação. Estamos multiplicando nossa inteligência, nosso conhecimento e, principalmente, nossa vontade que dê certo essa atividade tão importante para nós que é a mineração paulista”, afirmou Ricardo Moraes.

“O setor hoje tem uma interlocução firme na Secretaria de Energia, através da Subsecretaria de Mineração. É um setor que distribui renda e tem capilaridade em todo o Estado. Por isso temos grande satisfação em assinar esse termo de cooperação”, concluiu José Aníbal.