07/08/2013

José Aníbal apresenta atlas solar na Assembleia Legislativa

“O sol já fez por nós, temos de olhar adiante”, afirmou o secretário José Aníbal na cerimônia de apresentação “Levantamento do Potencial da Energia Solar Paulista”, realizada nesta terça-feira (6) na Alesp.

O estudo, produzido pela Secretaria de Energia, demonstra que o Estado tem potencial solar de 12 milhões de MWh/ano, suficiente para abastecer 4,6 milhões de residências. Clique aqui para acessar a íntegra do levantamento.

Voltado a investidores, o estudo traz 25 mapas que mostram as áreas de melhor incidência solar para geração de energia. As regiões de Araçatuba, Barretos e Rio Preto se destacam para o aproveitamento da luz solar para grandes empreendimentos.

Para o secretário, São Paulo investir em produção fotovoltaica é uma iniciativa que “abre caminhos” para o desenvolvimento sustentável do Estado e do Brasil. Ele lembrou que, em relação à incidência solar global máxima anual, São Paulo tem praticamente o dobro de energia da Alemanha, onde a indústria solar responde por 130 mil empregos, em 10 mil empresas.

“Energias renováveis representam também geração de emprego e renda para a população. Devemos aproveitar nossa disponibilidade natural. É preciso mais iniciativa e ação para aprimorar o planejamento no setor.”

Aníbal acredita ainda que a energia solar é fundamental para São Paulo atingir a meta de ter 69% de participação de fontes renováveis na matriz energética do Estado, proposta pelo “Plano Paulista de Energia”. “Temos capacidade de aproveitar a energia limpa, que não suja a natureza, e esse espírito nos fez realizar esse plano”, disse o secretário.