16/10/2013

José Aníbal discute desenvolvimento da cadeia de petróleo e gás no Estado

O secretário de Energia do Estado de São Paulo, José Aníbal, destacou a importância de ações coordenadas do governo de São Paulo para o desenvolvimento do Estado, na abertura do 3º Workshop Platec, realizado nesta quarta-feira (16). O evento teve como objetivo identificar potenciais fornecedores brasileiros de equipamentos e serviços utilizados pelas indústrias naval e offshore que são atualmente importados por empresas de automação e instrumentação.

“O Brasil precisa ter mais ousadia e espírito prático. São Paulo tem competência de ir atrás da competitividade. Temos uma demanda forte de conhecimento e de serviços. Isso exerce uma qualidade no DNA paulista, que é o saber a serviço do fazer“, afirmou o secretário.

Para José Aníbal, a articulação desse trabalho com as agências de fomento Desenvolve SP, Investe SP e Fapesp é fundamental para um bom diagnóstico do que é possível fazer no setor. “Elas são todas muito ativas e é o povo de São Paulo quem financia as ações. A Fapesp recebe 1% do ICMS do Estado, por exemplo”, disse.

Ele relembrou ainda a atuação do engenheiro americano Asa Billings, que nos anos 1920 projetou a usina hidrelétrica Henry Borden, em Cubatão. “Em sua época, quando percebeu o surgimento de novas oportunidades, ele correu para fazer a usina de Piratininga, o que garantiu o desenvolvimento da indústria automotiva de São Paulo.”

O workshop foi estruturado pela Onip (Organização Nacional da Indústria do Petróleo), com apoio da Secretaria de Energia, do IBP (Instituto Brasileiro do Petróleo), e da Finep (Agência Brasileira de Inovação).

“O desenvolvimento dos fornecedores em São Paulo para a indústria de petróleo e gás está associado ao adensamento da cadeia produtiva do setor”, disse o subsecretário de Petróleo e Gás, Ubirajara Sampaio de Campos.

O CEPG (Conselho Estadual de Petróleo e Gás Natural) coordena as ações do governo do Estado na área e trata o desenvolvimento da cadeia produtiva como questão prioritária.