29/10/2013

Secretário José Aníbal fala na abertura do primeiro seminário latino-americano voltado a geração hidroelétrica e sistemas na Unicamp

O secretário de Energia do Estado de São Paulo, José Aníbal, apresentou as metas do “Plano Paulista de Energia” na sessão de abertura da primeira edição do Latin Hydro Power & Systems Meeting. José Aníbal falou também sobre o estudo “Potencial Remanescente Hidroelétrico”.

De acordo com o levantamento, São Paulo tem potencial remanescente para geração hidroelétrica de cerca de 4 mil MW. O foco do aproveitamento desse potencial deve ser a construção de Pequenas Centrais Hidroelétricas (PCHs) e Centrais Geradoras Hidroelétricas (CGHs).

“São Paulo pretende expandir ainda mais a participação de energias renováveis em sua matriz. Nossa proposta é atingir 69% de fontes renováveis até 2020”, afirmou o secretário.

O evento, organizado em parceria com a Universidade Federal de Itajubá e coordenado pelo diretor da Faculdade de Tecnologia do Campus de Limeira da Unicamp, professor José Geraldo Pena de Andrade, foi criado para promover o intercâmbio entre entidades de pesquisas e especialistas nas áreas de máquinas hidráulicas, componentes associados e sistemas.

Simultaneamente ocorreu ainda o 6º Hydro Power For Today Forum, promovido pela Organização para o Desenvolvimento Industrial das Nações Unidas (UNIDO).