05/11/2013

8º Congresso Internacional de Bioenergia abre com palestra de José Aníbal sobre realidade e expectativas para renováveis

A realidade e a expectativa do governo de São Paulo para energias renováveis foram temas do secretário de Energia do Estado, José Aníbal, na abertura do 8º Congresso Internacional de Bioenergia, que acontece simultaneamente à 6ª Feira Internacional de Tecnologia em Bioenergia e Biocombustível (Biotech Fair), nesta terça-feira (5).

José Aníbal apresentou o “Plano Paulista de Energia”, que prevê a participação de 69% de energias renováveis na matriz energética do Estado até 2020, além de outros projetos da Secretaria de Energia, como o “Atlas Eólico” e os estudos “Levantamento do Potencial Solar Paulista” e “Potencial Hidroelétrico Remanescente”.

“Energia tem que ser produto de projetos consistentes, não de improviso e impulsos sucessivos”, disse o secretário. “Aqui em São Paulo temos feito de forma assertiva”, continuou ele.

Sobre energia fotovoltaica, o secretário lembrou que o “Potencial Solar” mostra que mesmo na faixa de pior incidência de sol em São Paulo ainda é maior do que a melhor da Alemanha. “As energias alternativas tem de estar cada vez mais presentes”, afirmou.

“Fizemos aqui o primeiro etanolduto do país, capaz de tirar 90 mil caminhões das estradas”, disse ainda sobre a política de investimento do governo do Estado em modais de baixo impacto.