24/03/2015

Seminário Abineetec 2015 foca em eficiência energética

A Abinee – Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica realiza, de 23 a 27 de março, no Anhembi, em São Paulo, o AbineeTEC 2015, seminário que acontece em conjunto com 28ª edição da feira FIEE Feira Internacional da Indústria Elétrica, Eletrônica, Energia e Automação.

O evento, que acontece no âmbito da 28ª FIEE, traz um panorama sobre o setor eletroeletrônico, com os olhos voltados para o futuro.

Preocupado com os reflexos da crise hídrica no setor de geração de energia elétrica, o setor debaterá o aperfeiçoamento do setor elétrico brasileiro, com objetivo de buscar propostas para o reequilíbrio estrutural e dos atores do segmento, melhoria do arcabouço jurídico, e outras formas de geração que permitam a expansão do setor elétrico.

Além da participação de especialistas do setor, foram convidados representantes do Governo de São Paulo, do Governo Federal, universidades e associações empresariais do setor.

A Eficiência Energética pretende destacar as perspectivas do Brasil para a economia de energia com maior eficiência e, também, sobre a matriz energética e a possibilidade de maior oferta de energia elétrica.

Haverá também debate sobre iniciativas de pesquisa, desenvolvimento e inovação no país, buscando ampliar a criação de um ambiente tecnológico inovador nas empresas do setor eletroeletrônico.

Nas discussões sobre as Redes Inteligentes e Indústria do Futuro, a proposta é debater a estratégia do Brasil para acelerar a implantação das cidades inteligentes em perspectivas de pequeno e médio prazo, e como engajar neste processo os governos e as prefeituras municipais.

O tema Sustentabilidade, Logística Reversa e Reciclagem no setor eletroeletrônico será abordado com ênfase nos desafios que ele significa em um contexto nacional e um painel jurídico debaterá todas as questões que envolvem a implantação da Política Nacional de Resíduos Sólidos. Destaque especial para as exigências ambientais do setor bancário na renovação e concessão de financiamentos às empresas e sobre as tecnologias aplicadas.

Para o Secretário de Energia, João Carlos Meirelles, que representou o Governador Geraldo Alckmin na abertura do evento, São Paulo é precursor do modelo de hidroeletricidade no país e continua na vanguarda do processo de modernização do setor: “Nós investimos pesadamente em pesquisas tecnológicas, nas universidades, na Fapesp… São pesquisas que se transformam em produtos, desafio e ao mesmo tempo, gigantesca oportunidade que gera trabalho”, disse Meirelles.