19/08/2015

Parte da Campanha do Agasalho integrada é encerrada na Capital

que falou sobre a importância do trabalho social, e autoridades da CESP, Emae e Secretaria de Energia

Após quase três meses, chegou ao fim as ações da Campanha do Agasalho 2015 no âmbito da Secretaria de Energia. No total, considerando CESP, Emae e Secretaria de Energia, foram arrecadadas 44.663 peças.

O evento de encerramento desta parte da Campanha foi realizado nesta segunda-feira, dia 17 de agosto, na sede da CESP e da Emae, na Capital, e contou com a presença da primeira-dama e presidente do Fundo Social de Solidariedade do Estado de São Paulo (Fussesp), Lu Alckmin; do chefe de gabinete da Secretaria de Energia, Marco Antônio Castello Branco; do presidente da CESP, Mauro Arce, e dos diretores Administrativo, Marcio Rea, e de Geração, Mituo Hirota; do presidente da Emae; Luis Carlos Ciocchi, e do presidente do Instituto Criança Cidadã (ICC), Joel Stucchi.

Ainda no início do evento, uma apresentação circense com crianças do ICC prendeu a atenção de todos os empregados e autoridades presentes, pela qualidade da performance das crianças.

No auditório, Arce abriu o evento falando sobre a criação do ICC e a participação ativa da família na Campanha no decorrer dos anos, e agradeceu aos empregados pelo envolvimento: “Na Campanha do Agasalho a gente participava totalmente, a família inteira. Então, tem neto que já tá na faculdade e que participou das primeiras Campanhas. Eu diria que a cada peça arrecadada vai um carinho muito grande junto e isso que é importante. O esforço foi feito aqui por cada um dos nossos colaboradores para que a gente chegasse a esse resultado”, disse.

Castello Branco também falou aos presentes e prestou sua homenagem a Lu Alckmin e ao seu trabalho com os mais necessitados: “Dona Lú é exemplo a ser seguido por todos. Essa mulher trabalha diuturnamente para os mais necessitados de São Paulo. Faz algum tempo que eu procurava uma oportunidade para lhe render a justa homenagem por isso. Então, eu vi nessa oportunidade de estar aqui hoje e  falar, a chance para fazer uma justa homenagem a ela”, disse Castello.

Ciocchi ressaltou a importância da tradição da Campanha do Agasalho e do trabalho do Fundo Social, que incentivam valores importantes como a solidariedade: “Essa Campanha, essa tradição criada pela Lu Alckmin serve para a gente parar e pensar um pouco. A vida não é só isso. A vida é muito mais que isso. A vida é pensar no próximo. É pensar naqueles companheiros nossos (…) que às vezes não têm as mesmas condições que nós tivemos em nossas vidas. Então, essa solidariedade, essa Campanha do Agasalho serve para marcar esse momento, marcar definitivamente que a nossa vida reque mais solidariedade”, afirmou.

Depois da entrega simbólica de um cobertor de Arlette Arce para a primeira-dama, representando os 1.500 cobertores entregues ao Fundo Social, e da apresentação das crianças do ICC tocando músicas de Elvis Presley, Villa Lobos e Mozart na flauta, Lu Alckmin se emocionou. Falou sobre a importância do trabalho social,  parabenizou e agradeceu a todos pela colaboração: “Eu sempre amei fazer o trabalho social. Eu sempre amei, aprendi com a minha mãe. Ela foi meu modelo de solidariedade. Nós éramos em 12 crianças e nunca nos faltou carinho, nunca nos faltou amor e minha mãe ainda tinha tempo de cuidar das crianças carentes. E todos esses anos eu o fiz com muito amor. Então, eu quero agradecer a cada um de vocês por esse ato de amor aos nossos semelhantes, por aqueles que mais precisam. Eu tenho certeza que a cada momento que vocês foram recolher essas doações, vocês doaram o seu tempo, o seu carinho para aqueles que mais precisam”, comemorou Dona Lú.