14/09/2015

Frente Parlamentar da Mineração realiza primeiro encontro na Secretaria de Energia

Os deputados estaduais da Frente Parlamentar de Apoio à Mineração, liderada pelo coordenador Roberto de Morais e o deputado federal Samuel Moreira, realizaram nesta segunda-feira, 14 de setembro, a primeira reunião de trabalho com a Secretaria de Energia, após o relançamento da Frente, que ocorreu no último dia 20 de agosto, na Assembleia Legislativa.

O secretário, João Carlos Meirelles, e o subsecretário de Mineração, José Jaime Sznelwar, receberam os deputados para debater as solicitações do setor.

Uma das demandas já foi realizada. A Secretaria de Energia passou a ter assento no Consema (Conselho Estadual do Meio Ambiente), onde será representada pelo chefe de gabinete, Marco Antônio Castello Branco, que também participou da reunião.
O encontro, que contou com a presença do deputado Itamar Borges e do ex-coordenador da Frente, João Caramez, terminou com o compromisso do secretário Meirelles em receber a Frente juntamente com representantes do setor para discutir as demandas apresentadas.

“A inteligência mineral é o que Governo do Estado quer trabalhar. Temos que ter uma estratégia para o suprimento do setor em São Paulo”, disse Meirelles.

Mineração em São Paulo
São Paulo é o terceiro maior produtor de bens minerais do país e o maior consumidor de insumos da cadeia de construção para habitação e infraestrutura.  É também o maior produtor de equipamentos e insumos para a indústria mineral. Movimentou US$ 1 bilhão em 2014, empregando mais de 200 mil trabalhadores.

O Estado possui mais de 2.800 minas em operação, com 95% de produção em areia, brita, calcário e argila. Só a região Metropolitana de São Paulo recebe, diariamente, mais de 4.500 carretas de areia. Diferentemente de outros estados, predominantemente exportadores, São Paulo é o destinatário final destes insumos, gerando riqueza e renda local.