05/10/2015

Renováveis serão responsáveis por 26% da geração mundial de energia em 2020

Segundo a IAE, serão agregados mais de 700 GW no período, que devem demandar cerca de US$ 230 bilhões em investimentos por ano

As fontes renováveis serão responsáveis por 26% da geração de energia em 2020, de acordo com um relatório da Agência Internacional de Energia (IEA, na sigla em inglês), divulgado nesta sexta-feira, 2 de outubro. Em 2013, esse percentual era de 22%. O montante de energia produzida por essas fontes no fim da década, será maior do que a demanda atual por eletricidade da China, Índia e Brasil juntos.

Segundo o documento, serão agregados no período mais de 700 GW, mais de duas vezes a capacidade instalada do Japão. Os investimentos necessários, prevê a agência, serão de US$ 230 bilhões por ano, valor inferior aos US$ 270 bilhões aportados no ano passado. As fontes eólica e solar fotovoltaica serão responsáveis por quase dois terços da nova adição de capacidade. Somente a China será responsável por quase 40% do aumento total das energias renováveis. “As energias renováveis estão prontas para ocupar o primeiro lugar no crescimento do fornecimento de energia”, apontou o diretor executivo da IEA, Fatih Birol.

Esse crescimento da geração renovável será possível graças a redução dos custos devido ao progresso da tecnologia, melhoria nas condições de financiamento e expansão da implantação para novos mercados. Os preços dessas fontes praticados em contratos de longo prazo estão ocorrendo no Brasil, Índia, Oriente Médio, África do Sul e Estados Unidos. Segundo o relatório, esses países tem potencial para basear seu desenvolvimento principalmente em fontes renováveis.

Birol destaca que o financiamento continua a ser a chave para se alcançar o investimento sustentável e que barreiras regulamentares, restrições de rede, bem como as condições macroeconômicas impõem desafios em muitas economias emergentes.