26/01/2016

BNDES desembolsa R$ 21,9 bilhões para energia elétrica em 2015

No ano, desembolsos do banco atingiram R$ 136 bilhões e aprovações, R$ 109,5 bilhões

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social desembolsou R$ 136 bilhões em 2015, o que representa um recuo de 28% em relação a 2014. O setor de infraestrutura foi o que registrou a maior participação com R$ 54,9 bilhões ou 40,4% do total. Somente para os projetos de energia elétrica, os desembolsos totalizaram R$ 21,9 bilhões no ano passado, alta de 15% em relação ao ano anterior. Segundo o banco, o salto mais relevante nos financiamentos na área de energia foi dado pelos projetos eólicos, que tiveram uma expansão de 85%, com os desembolsos passando de R$ 3,3 bilhões para R$ 6,1 bilhões.

Depois do setor de infraestrutura, os maiores desembolsos foram para os setores de Indústria (R$ 36,9 bilhões), Comércio e Serviços (R$ 30,4 bilhões) e Agropecuária (R$ 13,7 bilhões). O BNDES também destaca os desembolsos para projetos da denominada Economia Verde, que atingiram R$ 31,3 bilhões em 2015, com aumento de 11%. A Economia Verde engloba projetos de eficiência energética, energias renováveis, gestão de água, esgoto e resíduos sólidos, melhorias agrícolas, adaptação a mudanças climáticas, reflorestamento e transportes públicos de passageiros, entre outros.

No mesmo período, ainda de acordo com o BNDES, as aprovações atingiram R$ 109,5 bilhões, sendo R$ 14,3 bilhões para o setor elétrico. Já as consultas chegaram a R$ 124,6 bilhões.