22/01/2016

Consumo nacional de energia cai 8,7% em janeiro, aponta CCEE

Na indústria, setor de minerais não-metálicos e veículos apresentam retração de consumo no período acima de 15%

O consumo nacional de energia elétrica caiu 8,7% em janeiro quando comparado com o mesmo período em 2015. Os dados são preliminares e se referem ao período entre os dias 1º e 19 de janeiro, informou a Câmara de Comercialização de Energia Elétrica nesta quinta-feira, 21. A análise do consumo de energia, que somou 58.855 MW médios, aponta reduções de cerca de 9% nos mercados cativo e livre.

Dentre os ramos de atividade industrial analisados pela CCEE, que considera dados dos autoprodutores, consumidores livres e especiais, houve queda nos segmentos mais significativos. Os maiores índices foram verificados no setor de minerais não-metálicos (-15,9%), veículos (-15,87%), bebidas (-11,4%) e de extração de minerais metálicos (-10,7%).

Em janeiro, as usinas do Sistema Interligado Nacional produziram 60.800 MW médios de energia, queda de 9,1% quando comparado com 2015. As pequenas centrais hidrelétricas foram responsáveis por 2.920 MW médios, montante 15% superior ao entregue no mesmo período de 2015. As usinas térmicas, por sua vez, diminuíram em 19% a geração de energia com 12.892 MW médios. A representatividade da fonte hidráulica, em relação a toda energia gerada no país, foi de 76,2%, índice 3,2 pontos percentuais superior ao registrado no ano passado.

A CCEE também apresenta estimativa de que as hidrelétricas integrantes do Mecanismo de Realocação de Energia gerem, na quarta semana de janeiro, o equivalente a 82,4% de suas garantias físicas, ou 48.453 MW médios em energia elétrica.