07/01/2016

Produção de biodiesel cresce 10% em um ano

A produção brasileira de biodiesel atingiu 355 mil m³, em outubro de 2015, 10% a mais em relação ao total produzido no mesmo período do ano anterior, que alcançou 322 mil m³. No acumulado do ano, até outubro, a produção totalizou 3,3 milhões de m³, valor 19,7% superior na comparação com o volume acumulado em 2014, que registrou 2,8 milhões de m³. Os dados constam na edição nº 94 do Boletim dos Combustíveis Renováveis. A publicação é elaborada pelo Ministério de Minas e Energia (MME). No consolidado do ano, até dezembro, estima-se alcançar 4,0 milhões de m³, contra 3,4 milhões de m³ de 2014.

A capacidade instalada de biodiesel autorizada a operar comercialmente alcançou 7,3 milhões m³/ano em outubro de 2015. Dessa total, 91% são referentes às empresas detentoras do Selo Combustível Social. Desde o início do uso obrigatório de biodiesel (2008), a capacidade instalada de produção cresceu 103%. No mesmo período, a mistura obrigatória passou de B2 para B7.

Ainda em outubro do ano passado, 51 unidades estavam aptas a operar comercialmente. A capacidade média das usinas é 143 mil m³/ano (398 m³/dia). Dessas, 40 detinham o Selo Combustível Social e são basicamente aquelas que participam regularmente dos leilões de biodiesel. A região Centro-Oeste liderou a produção de biodiesel no cenário nacional, em 2015 (dados até outubro), e registrou participação de 44,2%. Já a região Sul foi responsável por 36,9% do produto, seguida pelo Nordeste, que produziu 9,2% do óleo. As regiões Sudeste e Norte representaram, respectivamente, 6,8% e 2,9% da soma.

De acordo com dados da Agência Nacional do Petróleo e Biocombustíveis (ANP), no acumulado até outubro de 2015, a produção do biodiesel contou com a participação de 76,9% de soja, 19,2% de gordura bovina e 1,7% foi proveniente do algodão, como matérias-primas.

Etanol

De acordo com o Boletim dos Combustíveis Renováveis nº 94, a produção de etanol totalizou 3,65 bilhões de litros em setembro de 2015. No ano, o volume de etanol produzido alcançou 21.484 milhões de litros, 2,3% superior em comparação ao acumulado de 2014, que totalizou 21 bilhões de litros.

A produção de etanol hidratado a partir de abril de 2015, ou seja, na safra 2015/16, registrou 12.795 milhões de litros.

Em setembro de 2015, o consumo de etanol foi de 2.428 bilhões de litros, sendo 915 milhões de litros de etanol anidro e 1,51 bilhão de litros de hidratado. No ano, foram consumidos no total 20,8 bilhões de litros.

As exportações brasileiras de etanol somaram 194 milhões de litros em novembro de 2015, volume 25% inferior em relação ao mês anterior. Até novembro, a comercialização do produto para outros países alcançou 1,49 bilhão de litros.