27/01/2016

Projeto prevê redução de 7,84% no consumo de Piracicaba

Com consultoria da CPFL Paulista, município pode economizar 14,7 mil MWh por ano

A prefeitura de Piracicaba (SP) tem a oportunidade de reduzir o consumo de energia elétrica em 7,84% ao ano até 2020, o que representa um volume aproximado de 14,7 mil MWh por ano. Com essa economia, é como se a administração municipal poupasse o equivalente a um mês de consumo de energia elétrica durante o ano, levando em consideração o consumo médio mensal atual. A economia prevista será possível quando a prefeitura aplicar as ações sugeridas pelo programa de Gestão Energética Municipal, um estudo detalhado sobre o consumo de energia da prefeitura oferecido pela CPFL Paulista.

Nesta terça-feira, 26 de janeiro, a distribuidora entregou o estudo realizado nos últimos 18 meses, em cerimônia que contou com a participação de representantes da companhia e da prefeitura de Piracicaba. Neste período, a distribuidora também capacitou um corpo de servidores municipais em gestão de energia e sugeriu ações de eficiência energética para melhorar a gestão do recurso público ligado ao consumo de eletricidade. O investimento nesta consultoria foi de R$ 100 mil, aplicados com recursos do Programa de Eficiência Energética da distribuidora, com a anuência da Agência Nacional de Energia Elétrica.

“O objetivo é preparar os servidores e assegurar a continuidade das ações empreendidas na gestão de energia elétrica dos municípios envolvidos. A partir de agora, o conhecimento adquirido fortalecerá a administração dos responsáveis operacionais dos diferentes departamentos ou secretarias municipais, além de estreitar o relacionamento com a CPFL”, destaca o gerente de Eficiência Energética da CPFL Energia, Luiz Carlos Lopes Jr.

O estudo segue a metodologia de PLAMGE, idealizada pela Eletrobras dentro do contexto do Programa Nacional de Conservação de Energia Elétrica do Governo Federal, e é uma referência brasileira em gestão do consumo de energia elétrica municipal. O plano para Piracicaba detalha o consumo de eletricidade da prefeitura e os seus custos, 17,314 milhões de MWh e R$ 38,2 milhões em 2014, respectivamente. Com as ações já em curso e as serem desenvolvidas durante a execução do plano, a expectativa é de que o poder público municipal em Piracicaba possa reduzir em 7,84% o seu consumo de energia por ano até 2020 ou 14,742 mil MWh por ano.