24/02/2016

Questões relacionadas ao mercado náutico têm novos avanços em São Paulo

Em mais uma reunião do Fórum Náutico Paulista, que aconteceu nesta quarta-feira, 24 de fevereiro, na sede da Secretaria de Energia e Mineração de São Paulo, avançou-se na discussão das questões relacionadas ao segmento.

Presidida pelo chefe de gabinete da pasta e coordenador do Fórum, Marco Antonio Castello Branco, nesta reunião foi discutido o plano de ação, apresentados os trabalhos do Roteiro Náutico, recursos para pesquisa e as atividades do Gerco (gerenciamento costeiro) do Litoral Norte. Também foram discutidos aspectos da PEC 87/2015, os critérios de ICMS cobrados na transação de barcos usados, além dos critérios sugeridos para adoção da bandeira azul para marinas.

“A cada reunião o Fórum Náutico ganha mais corpo e as discussões são riquíssimas. Tenho certeza que esse grupo dará uma nova cara para o setor no Estado de São Paulo”, disse Marco Antonio Castello Branco.

As prioridades das discussões do Fórum estão relacionadas às instalações náuticas e facilidades logísticas, contornos regulatórios, tributários e ambientais, capacitação e desenvolvimento de micro e pequenos fornecedores náuticos, valorização da embarcação “Made in Brazil” e “Made in São Paulo”, formas de estímulo aos eventos náuticos no Estado de São Paulo e criação de rotas e circuitos náuticos.

Participaram do encontro representantes do setor privado, das Secretarias Estaduais de Energia e Mineração, Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação, Meio Ambiente, Turismo, prefeitura de Bertioga, Desenvolve SP, representantes dos Iates Clubes do Estado, Associação Brasileira dos Construtores de Barcos e seus Implementos (Acobar), Associação das Marinas do Estado de São Paulo (Amesp), Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas de São Paulo (Sebrae-SP), Marinha do Brasil e World Wide Fund for Nature-Brasil (WWF-Brasil).