12/04/2016

Carga do sistema elétrico tem crescimento de 1,7% em março

A carga (consumo mais perdas) de energia no sistema interligado nacional (SIN) totalizou 69.400 megawatts (MW) médios em março, com alta de 1,7% em relação a igual período do ano passado, de acordo com o Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS). Na comparação com fevereiro de 2016, a carga recuou 1,1%.

“O comportamento da carga vem sendo afetado pelo baixo desempenho da atividade econômica, diante da demanda interna fraca causada principalmente pelo endividamento das famílias, na presença de taxas de juros e de desemprego elevadas”, diz boletim do ONS. Segundo o órgão, a temperatura elevada no Sudeste/Centro-Oeste e a continuidade do ajuste dos estoques contribuíram no sentido oposto. Segundo o ONS, a elevação das tarifas de energia vem se refletindo nos padrões de consumo, contribuindo para a redução da carga, principalmente nos subsistemas Sudeste/Centro-Oeste e Sul. A carga no Sudeste/Centro-Oeste em março, de 41.378 MW médios, cresceu 2,4% ante igual período de 2015 e recuou 1,1% em relação a fevereiro.

No Sul, a carga em março alcançou 11.681 MW médios. O volume foi 3,3% inferior na comparação com março de 2015 e 6,8% menor ante fevereiro deste ano. No Nordeste, o ONS observou alta de 3,1% da carga, em relação a março do ano passado, para 10.841 MW médios. Na comparação com fevereiro, houve variação positiva de 4,3%. Com relação ao Norte, a carga foi de 5.501 MW médios em março. O volume cresceu 4,8% ante igual período do ano passado.