19/04/2016

Emae cria Universidade Corporativa para promover o desenvolvimento profissional dos trabalhadores

Foi lançada nesta terça-feira, 19 de abril, a Universidade Corporativa Emae, iniciativa da empresa que tem o objetivo de apoiar a formação profissional dos seus colaboradores contribuindo com a segurança energética do Estado.

A cerimônia contou com a aula inaugural do secretário de Energia e Mineração de São Paulo, João Carlos Meirelles, que apresentou as diretrizes energéticas do Estado e destacou a importância da empresa para o futuro da geração de energia. “Hoje, não existe no Brasil uma empresa que esteja tão adiantada no desenvolvimento de projetos de geração de energia em grandes centros de carga como a Emae. As termoelétricas a gás natural, que serão construídas na sede da empresa, darão um grande passo no crescimento da empresa”, destaca Meirelles.

A iniciativa surge num momento de transformações da própria empresa. Trabalhar as necessidades do seu negócio, agregando valor e desenvolver as competências requeridas para um novo ambiente de trabalho são os objetivos desta ação da Emae. “Nós vamos começar a Universidade Corporativa da Emae com o que temos de melhor, as pessoas. Temos dentro da empresa 15 professores e doutores que poderão contribuir muito para o compartilhamento do conhecimento”, afirmou o presidente da Emae, Luís Carlos Ciocchi.

Serão criadas a Escola de Negócios e a Escola Técnica, que contarão com o apoio dos diretores, gerentes, coordenadores e de todo corpo funcional. A Escola de Negócios estará voltada ao desenvolvimento da capacidade empreendedora e negocial, bem como nos aspectos de Liderança e Governança Corporativa. A Escola Técnica terá seu foco na retenção e recuperação de conhecimentos tecnológicos específicos das usinas e no aprimoramento das técnicas e processos associados.

Os programas e cursos específicos estão em fase de elaboração, por meio de consulta aos gestores e ao corpo técnico e serão abertos a todos os empregados. Mais que um programa de treinamento, a empresa busca criar um centro de discussão e apoio às áreas de negócio.