01/04/2016

Itaipu atinge melhor marca de geração para o primeiro trimestre

Na manhã da última terça-feira, 29, foram ultrapassados os 24,83 milhões de MWh, que até então era o recorde registrado no trimestre de 2013

Dois dias antes do fechamento do mês de março, a usina de Itaipu obteve o melhor primeiro trimestre de toda a sua história. Na manhã da última terça-feira, 29, foram ultrapassados os 24,83 milhões de MWh, que até então era o recorde registrado no trimestre de 2013. A usina também registrou o melhor janeiro e fevereiro este ano, quando obteve recordes de geração. Dessa forma, a expectativa agora é alcançar os 50 milhões de MWh no semestre.

A produção de Itaipu tem sido beneficiada principalmente pelo fenômeno climático El Niño. Com as chuvas acima da média na região Sul do Brasil, a usina pôde produzir com carga máxima, contribuindo para que o período úmido recuperasse os níveis dos reservatórios das hidrelétricas do Sudeste e Nordeste, depois de dois anos de estiagem.

Nesse trimestre, a afluência em Itaipu atingiu a média de 18 mil metros cúbicos por segundo, quase o dobro da média histórica, que é de 11,8 mil m³/s. Os técnicos têm adotado medidas para o aproveitamento máximo deste volume. Quando há muito vertimento, o nível de água abaixo do reservatório se eleva diminuindo a queda, e consequentemente, a capacidade de produção.

Os índices de eficiência do período mostram os acertos do projeto e montagem das unidades geradoras da usina, assim como seu excelente estado de operação e manutenção. O FCO (índice de aproveitamento de água disponível), mesmo com os vertimentos, atingiu 91%; a disponibilidade das unidades geradoras foi de 98,1%; e a indisponibilidade forçada (quando um gerador fica indisponível de forma imprevista) foi de apenas 0,02%.