19/04/2016

Térmicas reduzem geração em 19% em janeiro, segundo CCEE

Usinas movidas a óleo diesel e carvão mineral diminuíram em 48% e 28% a produção, respectivamente

O conjunto de usinas térmicas do Sistema Interligado Nacional reduziu em 19% a geração de energia no primeiro mês do ano, segundo a Câmara de Comercialização de Energia Elétrica, na comparação com 2015. As usinas movidas a óleo diesel e carvão mineral diminuíram em 48% e 28% a produção, respectivamente, na comparação com o mesmo período do ano anterior.

A queda, de acordo com a CCEE, tem como principal fator o desligamento das 21 termelétricas de custo mais elevado do sistema, decisão tomada pelo Comitê de Monitoramento do Setor Elétrico ainda no ano passado, com a melhora no nível de armazenamento dos reservatórios das hidrelétricas. Na análise da representatividade, a fonte térmica foi responsável por 21% dos 61.166 MW médios gerados em janeiro. A hidráulica alcançou 71%, enquanto as PCHs entregaram 5% ao SIN. A geração eólica, por sua vez, foi responsável por 3% do total produzido no período.

A CCEE informou ainda que em janeiro, o índice de rotatividade apresentou crescimento de 15,2% para contratos convencionais e 9,6% para o incentivado. O índice de rotatividade é a relação entre o volume de energia elétrica transacionado e o volume consumido.