13/05/2016

Ministro de Minas e Energia quer ‘reanimar’ setor e atrair investimentos

O ministro de Minas e Energia, Fernando Filho, disse que sua prioridade é “reanimar o setor” buscando dar garantias aos investidores para a retomada do investimento.

Ele citou entre suas prioridades aprovar o novo marco legal da mineração, parado no Congresso desde 2012, e diálogo com o investidores da áreas de energia para voltar a dar “previsibilidade nas regras”.

“O país vai voltar a crescer. Vai precisar de energia e precisamos preparar as bases para os investidores nacionais e estrangeiros terem a tranquilidade de voltar a investir no Brasil”, afirmou Filho que é deputado federal pelo PSB.

O partido estava cotado para ficar com o ministério da Integração Nacional, pasta que já ocupou nos governos Lula e Dilma. Mas acabou, numa mudança de última hora, ficando com a pasta de Minas e Energia, que estava com o PMDB desde 2005.

Filho disse que não vai interferir na Lava Jato e que não conversou com o presidente interino sobre a Petrobras, estatal vinculada a seu ministério, e nem sobre mudanças no regime de exploração de petróleo no país.

“As diretrizes serão dadas pelo presidente”, afirmou o ministro, de 32 anos, que é filho do senador Fernando Bezerra Coelho (PSB-PE).