07/06/2016

Comgás anuncia vencedores do ‘Prêmio Comgás de Inovação’

O secretário de Energia e Mineração, João Carlos Meirelles, participou nesta sexta-feira, 03 de junho da cerimônia do “Prêmio Comgás de Inovação”, evento criado para incentivar estudantes e o público em geral a desenvolver ideias inovadoras para aplicação no setor de gás natural. Os vencedores nas duas categorias — Estudantes (maior ou igual a 14 anos e até Ensino Médio) e Não Estudantes (Público em Geral) — receberam, por cada ideia, R$ 12 mil. Os demais selecionados para a final ganharam brindes pela participação. No total, o “Prêmio Comgás de Inovação” distribuiu o equivalente a R$ 26 mil em prêmios.

“O que me surpreendeu foi a pluralidade da abrangência das ideias. Nesse momento precisamos disso, da junção de talentos e dessa provocação em ser um modelo de inovação. Precisamos incluir o gás na matriz energética brasileira. Utilizarmos o insumo como suporte para energias renováveis ”, comentou Meirelles.

“O Prêmio tem o intuito de oferecer oportunidades para a sociedade e trazer novas ideias para a Companhia na aplicação do gás natural em diversas vertentes de atuação. Acreditamos muito na força da inovação. Em pensar diferente. Acreditamos que a inovação está em todo lugar”, disse Nelson Gomes, diretor-presidente e de Relações com Investidores da Comgás.

Na categoria “Público em Geral”, a ideia vencedora é da dupla Iran Marianno, 48, e Sandra Cordeiro, 40, de São Bernardo do Campo. Ambos desenvolveram o conceito do “APP para Rede Externa e Ramais”. O aplicativo visa permitir que pessoas autorizadas (funcionários, terceiros e concessionárias) utilizem, no trabalho de campo, um sistema de localização da rede Comgás com informações precisas como profundidade da tubulação, pressão da rede, entre outros.
Na categoria “Estudante”, o vencedor é Renan Patrício, 14 anos, de Taubaté. Ele apresentou a ideia de um “Sistema Racional de Aquecimento de Água”, com o objetivo de permitir que um chuveiro utilize energia e aquecedores a gás, diminuindo o tempo de aquecimento da água e eliminando o desperdício do insumo.

Os vencedores foram escolhidos entre as 10 ideias selecionadas das 119 inscritas no site da Comgás. Os finalistas tiveram um dia de coaching para aprofundamento, aprimoramento e elaboração de um vídeo de apresentação dos projetos. A escolha dos vencedores contemplou a votação dos próprios finalistas, nas ideias concorrentes, além dos funcionários da Comgás e de uma banca de especialistas composta por representantes da Agência Reguladora de Saneamento e Energia do Estado de São Paulo (Arsesp), Secretaria de Energia e Mineração do Estado de São Paulo, entre outros.

Na análise foram levados em conta os critérios de aplicabilidade, caráter inovador, caráter sustentável e relação com o gás natural.
Rubens Ometto Silveira Mello, presidente do Conselho de Administração da Cosan, controladora da Comgás, também participou da cerimônia. “Muitas boas iniciativas nasceram de reuniões como esta. Dar continuidade a essas ideias é fundamental. É importante também transformá-las em realidade. Uma realidade que melhore performances, eficiência e a vida dos cidadãos”, comentou.

AS IDEIAS VENCEDORAS

Categoria: Estudantes
Ideia: Sistema Racional de Aquecimento Conjugado de Água que permite que o chuveiro elétrico utilize o gás natural ou energia solar visando a economia de água e energia. Com isso o usuário tem, inicialmente, o uso da energia para aquecimento rápido até a troca gradativa para os aquecedores que levam mais tempo para atingir a temperatura ideal.
Autor: Renan Patrício

Categoria:  Público em Geral
Ideia: O aplicativo de redes externas propõe uma ferramenta para plataformas online (smartphones, tabletes) em que os profissionais autorizados teriam acesso a um mapa detalhado da rede já construída e comissionada com detalhes sobre localização, diâmetro, pressão, amarração e profundidade, aumentando a eficiência nos processos e reduzindo custos.
Autores: Iran Marianno e Sandra Cordeiro

IDEIAS FINALISTAS NA CATEGORIA “ESTUDANTES”

SustaEnergyDrive: Game que simula um carro que pode rodar com até cinco combustíveis (GNV, Etanol, Biogás, Diesel, Gasolina), objetivo é chegar no ponto final com saldo positivo de carbono, gerando menos poluição. Autor: Renan Patrício
Consciente APP: Aplicativo que calcula os dados com energia, água e gás. Traz dicas de economia para ajudar no consumo dos equipamentos.  Autor: Paulo Lucas Monteiro de Lima

Sistema de Segurança: Implantação de uma câmera de visão infravermelha próxima das aplicações a gás. Em caso de vazamento o sistema emite um sinal sonoro e uma válvula bloqueia automaticamente o gás. Autor: Renan Patrício

Green City: Criação de uma plataforma de jogos educativo, aberta a todos, que estimule uma postura ecológica que leve a uma cidade mais sustentável. Formando, desde criança, cidadãos mais conscientes.  Autores: Patrícia dos Anjos Vieira, Jamilson José Scarcella Junior, Bruno Pinheiro Vidal, Yehôshua Edson Oliveira Silva.

IDEIAS FINALISTAS NA CATEGORIA ´PÚBLICO EM GERAL’
Ecotopia: Game onde o jogador administra os serviços energéticos em uma cidade tendo que garantir a satisfação de seus habitantes. Conforme a boa atuação a pessoa poderá crescer na hierarquia da cidade e se tornar prefeito, secretário, entre outros. Autores: Vitor Emanoel Siqueira Santos, Thiago Luis Felipe Brito

Drone: A ideia propõe a utilização de Drones para detecção remota de possíveis vazamentos de gás. Autores: Claudio Henrique Pesquero, Marcelo Eduardo Casorla, Diogo Pereira Peres

Dê um gás na sua vida: Programa de apoio para pequenas empreendedoras. A ideia propõe oferecer suporte para mulheres que adoram cozinhar a darem seus primeiros passos em direção ao próprio negócio. Autor: Alvaro Luis Cruz
MobiComgás App: Aplicativo que localiza postos de combustível que possuem GNV e permite a compra antecipada do combustível, além de informações como locais de serviços de manutenção e conversão. Autor: Iran Marianno e Sandra Cordeiro Mota Marianno

Comgás e a inovação

O Prêmio Comgás de Inovação foi idealizado e lançado em outubro de 2015. De acordo com Carla Sautchuk, gerente executiva de Desenvolvimento e Inovação da Comgás e idealizadora do evento, o prêmio buscou se conectar mais com a sociedade abrindo um diálogo para debates de novas ideias e aplicações. “Após abrirmos as inscrições, já em 2016, percebemos uma aceitação muito grande do público e ideias muito interessantes. Foram 119 ideias cadastradas, duas vezes mais do que esperávamos. Percebemos que abrir essa porta pode nos aproximar dos anseios da população para evoluirmos cada vez mais”, comentou Carla.

A Comgás vem evoluindo também em sua relação com outras empresas e entidades do segmento. A Companhia participa da Mobilização Empresarial pela Inovação (MEI), uma iniciativa da Confederação Nacional das Indústrias (CNI) que vem criando um diálogo entre o setor produtivo e o setor público, estabelecendo ações que impulsionam o tema da inovação no Brasil.

Em 2015, a Comgás também promoveu a formação do Comitê de Inovação da Associação Brasileira das Empresas Distribuidoras de Gás Canalizado (Abegás), que reúne as principais distribuidoras de gás natural do país com foco no crescimento integrado e estruturado do setor.

Também no último ano, a Companhia investiu no programa InovaTalentos, iniciativa conduzida pelo Instituto Euvaldo Lodi (IEL). O programa vem criando uma ponte entre o setor privado e as universidades conectando interesses de desenvolvimento de produtos e serviços (pelo lado do Setor Produtivo) com o desenvolvimento de mão-de-obra científica, formada nos institutos de pesquisa e universidades.

Sobre o gás natural

O gás natural é utilizado em residências, no comércio, em indústrias e veículos, e para a geração e cogeração de energia. Nas indústrias, diminui os custos de operação e manutenção em relação a outros energéticos. Tem fornecimento contínuo, garantindo a produtividade em indústrias, comércios e postos de abastecimento, e mais conforto a clientes residenciais.

Devido à sua composição, o gás natural produz queima limpa e uniforme, com muito menos fuligem, particulados e outras substâncias que prejudicam o meio ambiente. É um energético limpo que gera baixíssima emissão de poluentes e melhora sensivelmente as condições ambientais, contribuindo para a redução de emissões dos gases de efeito estufa (GEE).

De acordo com números apresentados pela Comgás durante a 21ª Conferência do Clima (COP21), a adoção desse energético pela indústria paulista entre os anos de 2002 e 2014 possibilitou a redução de 45 Mton de CO2. Em 2014, o gás natural comercializado no segmento industrial — somente pela Comgás — contribuiu para reduzir a emissão em 3,7 MtonCo2. Este volume corresponde a 19,9% da meta fixada pela Política Estadual de Mudanças Climáticas (PEMC) para reduzir o nível de emissões de gás carbônico (CO2) no estado de São Paulo.

Mais leve que o ar limpo, o gás natural garante mais segurança frente aos óleos combustíveis. Como é canalizado não precisa ser armazenado em centrais de abastecimento.