03/06/2016

Subsecretário apresenta plano para mineração em encontro de frente parlamentar

Nesta quarta-feira, 1º de junho, o subsecretário de Mineração, José Jaime Sznelwar, apresentou aos integrantes da Frente Parlamentar de Apoio à Mineração (FPAM), coordenada pelo deputado Roberto Morais (PPS), as ações que a Secretaria de Energia e Mineração tem desenvolvido no estado.

Sznelwar expôs o plano de ação para este ano no setor, que conta com 3 mil empresas no Estado e movimenta R$ 4 bilhões por ano. Ele defendeu o que vem chamando de “mineração responsável”, capaz de assegurar tanto o sucesso da atividade empresarial quanto o bem-estar social e do trabalhador.

Entre os problemas que afetam a mineração, o subsecretário destacou a informalidade, a evasão de impostos, mediante a guerra fiscal entre os Estados, a demora da outorga e licenciamento e a ineficiência da gestão pública. “Há um cipoal de leis e normas, às vezes contraditórias entre si”, explicou.

Na ocasião Roberto Morais elencou as conquistas da Frente Parlamentar de Apoio à Mineração, idealizada em 2015 pelo então deputado João Caramez, e procedeu à eleição, por unanimidade, do vice-coordenador, o deputado Itamar Borges (PMDB).

Mineração em São Paulo

São Paulo é o terceiro maior produtor de bens minerais do país e o maior consumidor de insumos da cadeia da construção civil.  É também o maior produtor de equipamentos e insumos para a indústria mineral. Movimentou US$ 1 bilhão em 2014, empregando mais de 200 mil trabalhadores.

O Estado possui mais de 2.800 minas em operação, com 95% de produção em areia, brita, calcário e argila. Só a região Metropolitana de São Paulo recebe, diariamente, mais de 4.500 carretas de areia. Diferentemente de outros estados, predominantemente exportadores, São Paulo é o destinatário final destes insumos, gerando riqueza e renda local.

Membros da FPAM

Efetivos: Roberto Morais, Ana do Carmo, Carlão Pignatari, Carlos Cezar, Davi Zaia, Ed Thomas, Edmir Chedid, Estevam Galvão, Itamar Borges, Roberto Engler, Roberto Massafera e Ramalho da Construção. Apoiadores: André do Prado, Antonio Salim Curiati, Barros Munhoz, Edson Giriboni, Fernando Cury, Hélio Nishimoto, Jorge Caruso, Leci Brandão, Luiz Carlos Gondim e Orlando Morando