04/07/2016

Brasil registra novo recorde diário em geração de energia eólica

Recorde foi computado nesta quinta-feira com a produção de 4.877MWmédios

O Sistema Interligado Nacional (SIN) registrou mais um recorde diário de geração eólica com a produção de 4.877 MWmédios nesta quinta-feira (30/06). O valor é 151 MWmédios superior ao recorde anterior, ocorrido em 25 de junho de 2016, com a produção de 4.726 MWmédios. Os dados são do Informativo Preliminar Diário da Operação do Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS).

No mesmo dia, a energia eólica na região Nordeste do Brasil também registrou o maior valor do ano, com 4.606 MWmédios, sendo 353 MWmédios acima do recorde anterior, verificado na quarta-feira (29/06).

Em meio aos bons ventos, o Brasil tem ampliado a participação desta fonte de matriz energética. Apenas no mês de abril, a fonte produziu 2.274 GWh, crescimento de 132% quando comparado ao mesmo período de 2015. No mês de maio, a fonte eólica atingiu 8.796 MW instalados, valor 46% superior ao mesmo período de 2015 (6.025 MW). Assim, a fonte eólica representa 6,1% da matriz de capacidade instalada de geração de energia elétrica do Brasil, com aumento de 1,7 pontos percentuais em sua participação no período de um ano.

Com a expansão da geração elétrica no Brasil privilegiando as fontes limpas e renováveis, a previsão para os próximos anos, segundo o Plano de Decenal de Expansão de Energia – PDE 2024, é que a capacidade instalada eólica no País alcance 24 mil MW até 2024.

Capacidade instalada total de geração de energia elétrica

No mês de maio de 2016 a capacidade instalada total de geração de energia elétrica do Brasil atingiu 143.922 MW. Em comparação com o mesmo mês em 2015, houve um acréscimo de 7.147 MW, sendo 3.287 MW de capacidade instalada de fonte hidráulica, 1.081 MW de fontes térmicas, 2.771 MW de fonte eólica e 8 MW de fonte solar. As informações são do Boletim Mensal de Monitoramento do Sistema Elétrico Brasileiro, elaborado pelo Ministério de Minas e Energia.