18/07/2016

Movida a etanol, Fórmula Inter alta performance com sustentabilidade

Além de promover o talento de 22 pilotos brasileiros, entre iniciantes e amadores, a recém-criada Fórmula Inter pode ser considerada uma das mais inovadoras categorias do automobilismo brasileiro por adotar tecnologias desenvolvidas no País em monopostos de corrida abastecidos com etanol de cana.

Para divulgar a competição, que terá todas as suas 11 etapas transmitidas pelo canal Band Sports e fará parte do Campeonato Paulista de Automobilismo, será realizado o The Victory Day. O evento acontecerá nos dias 18, 19 e 20 de julho, no Esporte Clube Piracicabano de Automobilismo (SP), e terá diversas atividades práticas e teóricas para que equipes, carros e pilotos sejam certificados para a competição. Nesta ação, a União da indústria de Cana-de-Açúcar (Unica) será fornecedora oficial de etanol, que em comparação com a gasolina aumenta a potência do motor e ainda reduz em 90% as emissões de CO2.

A presidente da Unica, Elizabeth Farina, acredita que a Fórmula Inter, a exemplo da categoria americana Fórmula Indy, que também usa o mesmo combustível renovável, pode se tornar uma importante plataforma de desenvolvimento tecnológico e marketing para a indústria automotiva de baixo carbono no Brasil, principalmente no segmento esportivo.

“Usar o biocombustível brasileiro em veículos de alta potência fabricado quase que inteiramente no País faz todo o sentido, não apenas pelo fato de produzirmos o etanol mais eficiente e sustentável do mundo, mas também porque a indústria da cana traz enorme prosperidade socioeconômica à nação”, afirma a presidente da Unica, destacando que, sendo a primeira fonte de energia renovável do Brasil, a cadeia sucroenergética gera mais um milhão de empregos diretos e movimenta um valor bruto que supera os US$ 100 bilhões anualmente.

Fórmula InterConstrução dos modelos na fábrica da Fórmula Inter Para o diretor da Fórmula Inter, Marcos Galassi, a opção pelo etanol está alinhada com as soluções ambientais no segmento de transportes e atende os requisitos de alta performance exigidos pelos amantes de esporte a motor. “A categoria traz uma série de inovações e uma delas, que na realidade já deveria ser uma prática no mundo do automobilismo, é a utilização de energia renovável. Para uma categoria que está surgindo, com uma academia de novos pilotos, é marcante nascer com o DNA de um dos combustíveis do futuro”, ressalta.

Categoria inovadora

Com um nome que faz referência a um dos circuitos mais famosos do mundo – Interlagos -, a Fórmula Inter é uma modalidade que abre espaço para todos os públicos interessados no esporte, como de pilotos amadores, os que ainda precisam de mais experiência antes de encarar categorias internacionais e até mesmo os egressos do Kart. Desta forma, adotou-se o modelo “seat and drive”, ou seja, o piloto paga pelo aluguel do equipamento e dos serviços, e ao chegar à pista para competir encontra o carro pronto para “sentar e pilotar”. O valor para a locação por prova é de R$ 13.990,00.

Formula InterJosé Minelli e a piloto Kattlyn Magno Todos os carros usados pelos competidores serão iguais. O modelo F-Inter MG-15, construído com 95% dos componentes desenvolvidos na própria fábrica da Fórmula Inter, localizada próximo ao autódromo de Interlagos, foi concebido pelo engenheiro e mecânico automotivo José Minelli, especialista com mais de 45 anos de experiência na área.

O monoposto incorpora os mesmos softwares utilizados pelos principais fabricantes de veículos de competição em todo o mundo, além de possuir os mais resistentes e avançados materiais para segurança, performance e competitividade. Além da Unica, que fornecerá o biocombustível durante o The Victory Day, apoiam e patrocinam a Fórmula Inter as empresas Bosch, Sparco, Pirelli e Relógios Lapizta.