04/07/2016

Produção nacional de biodiesel atinge 1.552 mil m³ no acumulado do ano de 2016

Apenas em maio a produção brasileira registrou volume de 309 mil m³

A produção brasileira de biodiesel atingiu 1.552 mil m³ no acumulado do ano de 2016 até o mês de maio, quando foram produzidos 309 mil m³. Os dados constam no Boletim Mensal de Combustíveis Renováveis, divulgado mensalmente pela Secretária de Petróleo, Gás Natural e Combustíveis Renováveis.

Em maio de 2016, a capacidade instalada autorizada a operar comercialmente ficou em 7.123 mil m³/ano (594 mil m³/mês). Dessa capacidade, 91% são referentes às empresas detentoras do Selo Combustível Social. Das 48 unidades aptas a operar comercialmente, do ponto de vista legal e regulatório, 37 detinham o Selo Combustível Social. A uma capacidade média instalada era de 148 mil m³/ano (412 m³/dia).

Com relação ao etanol, o consumo em maio foi de 2,13 bilhões de litros, sendo 0,8 bilhão de litros de anidro e 1,3 bilhão de litros de hidratado. Em 2016, já foram consumidos 10,5 bilhões de litros de etanol.

No mês de junho, figura entre os destaques para o setor de biocombustíveis a criação do Grupo de Trabalho que desenvolverá ações necessárias para a realização de testes e ensaios em veículos e motores para validar a elevação da mistura de biodiesel ao óleo diesel, em percentuais superiores aos atuais 7% (B7), de acordo com a Lei nº 13.263 deste ano.

O Boletim Mensal de Energias Renováveis é parte do esforço contínuo em tornar transparentes as informações sobre biocombustíveis, divulgando‐as de forma consolidada a agentes do setor, órgãos públicos, universidades, associações, imprensa e público em geral.