08/07/2016

SIN ganhou mais 514,9 MW em maio

Maior parte da energia veio de fonte eólica, com 301 MW

O Sistema Interligado Nacional teve expansão de 514,9 MW em maio. A energia veio de novos empreendimentos que foram concluídos e entraram em operação no período. As informações são do Boletim Mensal de Monitoramento do Sistema Elétrico Brasileiro, elaborado pelo Ministério de Minas e Energia.

De acordo com a pasta, esse volume poderia atender 1.370.667 residências. A maior parcela dessa energia incorporada ao sistema é proveniente da geração a partir dos ventos, correspondendo a 301,05 MW. Outros 186,54 MW são de fonte hidrelétrica, e o total de 27,3 MW tem origem térmica. Ainda em maio deste ano, houve expansão de 604 km em linhas de transmissão no sistema interligado do País. Os trechos que entraram em operação passam por Rondônia, Paraná, Goiás e Distrito Federal.

A capacidade instalada total de geração de energia elétrica do Brasil atingiu 143.922 MW no período. Em comparação com o mesmo mês em 2015, houve um acréscimo de 7.147 MW. Do total obtido, 3.287 MW provêm de fonte hidráulica, 1.081 MW tem como base o segmento térmico, 2.771 MW são de eólicas e 8 MW é de fonte solar.