08/08/2016

ONS: agosto terá afluências abaixo da média em todas as regiões

Fonte: Canal Energia

lago de usina

O mês de agosto terá afluências abaixo da média em todos os submercados do país, segundo o Operador Nacional do Sistema Elétrico. A previsão de energia natural afluente para o mês é de 85% da Média de Longo Prazo para o Sudeste/Centro-Oeste; de 69% da MLT para o Sul; de 34% da MLT para o Nordeste; e de 45% da MLT para o Norte. Para a próxima semana operativa, que vai de 6 a 12 de agosto, a previsão de afluências é de 87% para o SE/CO; 63% para o Sul; e de 35% e 49%, respectivamente, para o Nordeste e Norte.

Segundo o ONS, na semana deve ocorrer chuva fraca a moderada nas bacias dos rios Iguaçu e Paranapanema e no trecho incremental a UHE Itaipu. Além disso, deve ocorrer também chuva fraca na bacia do rio Tietê. As demais bacias hidrográficas do SIN não devem apresentar precipitação significativa. A perspectiva do operador é que os reservatórios do Sudeste/Centro-Oeste terminem o mês com um volume de 42,4%, enquanto os do Sul ficarão um pouco mais elevados, com 73,1% de armazenamento. No Nordeste a situação continua complicada e os reservatórios terminarão o mês com aproximadamente 18,7% do volume. No Norte, o valor é de 47,7%.

O crescimento da carga previsto para o mês de agosto no SE/CO é de 0,9% em relação ao mesmo mês de 2015, refletindo o baixo desempenho da indústria e a redução observada no nível de atividade do setor de comércio e serviços. No Sul, a elevação é de 5% e se deve ao baixo nível de carga observado em agosto do ano passado, quando os efeitos da crise econômica e o aumento tarifário começaram a impactar mais fortemente a carga da região. Já o crescimento previsto para o Nordeste é de 3,2%, influenciado pela sazonalidade do período, onde se observa o aumento do consumo das classes residencial e comercial. Para o Norte, o crescimento esperado é de 3,8% devido a interligação do sistema Macapá.

A geração térmica deverá totalizar 7.455 MW médios na semana operativa, sendo a maior parte no SE/CO, com 4.822 MW médios. Segundo o ONS, em virtude dos Jogos Olímpicos, está prevista geração termelétrica visando segurança elétrica. A estimativa de Encargo do Serviço do Sistema por restrição elétrica para a semana é de R$ 46,4 milhões no SE/CO e de R$ 5,6 milhões no Nordeste.

O valor médio do Custo Marginal de Operação entre os dias 6 e 12 de agosto sofreu redução, passando de R$ 93,29/MWh para R$ 92,53/MWh no Sudeste/Centro-Oeste. No Sul, o valor também caiu de R$ 93,28/MWh para R$ 92,53/MWh e no Nordeste e Norte, passou de R$ 102,42/MWh para R$ 100,24/MWh.