23/08/2016

Produção de gás natural atinge recorde com produção de 103,5 milhões m³/d

Fonte: Ministério de Minas e Energia

Registro é 8,3% superior a produção de junho de 2015

A produção de gás natural atingiu no mês de junho de 2016 o recorde histórico com a produção de 103,5 milhões de metros cúbicos por dia (m³/d), um aumento de 3,6% na comparação com o mês anterior e de 8,3% em relação ao mesmo mês de 2015. Os dados são do Boletim de Acompanhamento da Industria e Gás Natural.

No mesmo período, a demanda total no mês aumentou 8%, fechando em 78,3 milhões de m³/dia, enquanto a oferta nacional permaneceu estável e acima de 50 milhões de m³/dia.

Já a oferta de gás importado registrou, também em junho deste ano, aumento de 12% da oferta de gás em comparação com o verificado no mês anterior. O aumento foi registrado tanto na importação de gás boliviano quanto na regaseificação de GNL.

O desenvolvimento do mercado brasileiro de gás natural é uma das prioridades do Ministério de Minas e Energia, que prevê através do “Gás para Crescer”, medidas efetivas de aprimoramento das normas do setor visando um mercado com diversidade de agentes, competitividade e que contribua para o crescimento do país.

Energias Renováveis

O mês de junho também registrou bons números na matriz de oferta interna de energia elétrica brasileira, com predominância para energias renováveis que representam quase 83% da matriz. Entre as fontes, a hidráulica é a que mais se destaca com 69,8% de participação, seguida por biomassa com 8,6% e eólica com 4,5%. Quando considerada a oferta interna de energia brasileira – toda a energia necessária para movimentar a economia – a estimativa para 2016 é que as renováveis venham a contribuir com 43,6%, indicador superior aos 41,2% verificados em 2015. Os dados constam no Boletim Mensal de Energia, da Secretaria de Planejamento e Desenvolvimento Energético.