19/10/2016

Abreu Junior apresenta projetos estruturais de energias renováveis do Governo de São Paulo no Ecogerma 2016

Fonte: Secretaria de Energia e Mineração

Congresso tem o objetivo de promover a interação entre as áreas de meio ambiente, energia e infraestrutura

O subsecretário de Energias Renováveis da Secretaria de Energia e Mineração do Estado de São Paulo, Antonio Celso de Abreu Junior, apresentou nesta quarta-feira, 19 de outubro, no Congresso Ecogerma 2016, na sede da Fiesp, um panorama do setor de renováveis, os incentivos existentes no Estado de São Paulo e as oportunidades, com destaque para solar, biometano e biogás de vinhaça.

Segundo Abreu Junior, “as tecnologias das fontes renováveis diferem das convencionais em suas estruturas de custo, fluxo e despesas, por isso a utilização de políticas públicas para mitigar os efeitos negativos e reduzir riscos é fundamental para incentivar esse setor”, afirmou.

Em edições anteriores o Congresso abordou temas relacionados às questões urbanas, inovação, política energética e novas tecnologias. Em 2015, o Ecogerma tratou o tema “Impactos e Soluções da Crise Hídrica e Energética”.

Neste ano a “Gestão de Água e Oportunidades do Acordo de Paris” foi o tema central das discussões. Na segunda parte do Congresso, os palestrantes abordaram o Acordo de Paris e as oportunidades para as Energias Renováveis, cujos temas foram: As políticas públicas para o desenvolvimento do setor; os desafios e as oportunidades para o setor e um simulador de viabilidade econômico-financeira para micro geração distribuída fotovoltaica.

“O Brasil tem como meta no Acordo de Paris reduzir as emissões de gases do efeito estufa em 37% até 2025 (em relação aos níveis de 2005), podendo chegar a 43% até 2030. Para ajudar o país a atingir essa meta, estamos trabalhando no Estado de São Paulo com projetos estruturais, que façam a geração das energias renováveis crescer fortemente nos próximos anos”, disse o subsecretário.

Além de Antonio Celso, também foram palestrantes Samuel Barrêto, da TNC no Brasil; Ivanildo Hespanhol, do CIRRA;Cilene Victor, da Faculdade Cásper Líbero; Nelson Pereira dos Reis, da Fiesp e do Ciesp; Alexei Macorin Vivan, da ABCE, Associação Brasileira de Companhias de Energia Elétrica; Rafael Zambom, Aluno do European Energy Manager (EUREM SP); Ana Paula Shuay, da DESENVOLVE SP e o brigadeiro Aprígio Azevedo, Diretor de Projetos da Fiesp.

Ecogerma

O congresso é um dos eventos mais destacados do Brasil na área de meio ambiente, energia e infraestrutura e o maior sobre sustentabilidade realizado pelas Câmaras de Comércio Alemãs em toda a América Latina. Seu público é constituído por empresários, representantes de órgãos públicos, especialistas, institutos de pesquisas e ONGs, dentre outros. A cada ano são escolhidos temas de destaque, principalmente nas áreas de energia e meio ambiente, que mereçam ser discutidos em um congresso desta natureza.