26/10/2016

Energia renovável supera fósseis em novas instalações

Fonte: Valor Econômico

Cerca de 500 mil painéis solares foram instalados diariamente no ano passado, e esse crescimento recorde da energia verde levou os renováveis a superar o carvão como maior fonte de capacidade energética do mundo.

Duas turbinas eólicas foram erguidas a cada hora em países como a China, segundo a Agência Internacional de Energia (AIE), que elevou significativamente suas previsões sobre a velocidade de crescimento das fontes de energia renovável.

“Estamos testemunhando uma transformação nos mercados globais de energia, liderada pelos renováveis”, disse Fatih Birol, diretor-executivo da AIE.

Parte do crescimento foi causado pela queda no custo de geração da energia solar e eólica em terra firme que, segundo Birol, seria “impensável” há cinco anos.

Embora o carvão e outros combustíveis fósseis continuem sendo a maior fonte de geração de eletricidade, muitas usinas convencionais de geração e grupos de energia têm sido surpreendidas pela velocidade de crescimento dos renováveis e a rápida queda nos custos para essas tecnologias.

Estima-se que o custo médio global de geração para fazendas eólicas em terra firme tenha caído 30% entre 2010 e 2015, enquanto para as grandes fazendas solares essa queda foi ainda mais acentuado, de 66%, segundo relatório da AIE divulgado ontem.

A agência, sediada em Paris, acredita que os custos vão cair ainda mais nos próximos cinco anos, em média 15% para a geração de energia eólica e 25% para a energia solar.

O relatório diz ainda que inéditos 153 gigawatts de capacidade de geração de energia verde foram instalados no ano passado, a maior parte projetos eólico e solar – mais que a capacidade total de geração de energia do Canadá.

Esse número também supera o montante de energia nuclear ou gerada pela queima de combustíveis fósseis convencionais acrescentado em 2015, levando os renováveis a ultrapassar a participação cumulativa do carvão na capacidade global de geração de energia, embora não a de geração de eletricidade.

A capacidade de uma usina geradora é a quantidade máxima de eletricidade que ela potencialmente pode produzir. O volume de energia que uma usina na verdade gera varia de acordo com o quanto ela produz em um determinado período de tempo. Como uma usina eólica ou solar não consegue gerar energia constantemente, como uma usina termoelétrica, ela produzirá menos energia em um ano, embora possa ter o mesmo nível de capacidade.

As usinas termoelétricas forneceram perto de 39% da energia global em 2015, enquanto que as renováveis, incluindo as usinas hidrelétricas mais antigas, responderam por 23%, segundo a AIE.

Mas a agência acredita que a participação da energia renovável na geração vai aumentar para 28% até 2021, quando a AIE prevê que elas estarão fornecendo o equivalente a toda a geração combinada de eletricidade nos Estados Unidos e na União Europeia.

A agência reviu suas projeções quinquenais para mostrar a capacidade da energia renovável de crescer 13% mais do que o estimado no ano passado, principalmente em virtude do forte apoio política nos EUA, China, Índia e México.

Paolo Frankl, da divisão de energias renováveis da AIE, alertou que esse crescimento depende das políticas públicas que estão mudando em muitos países. Tais fontes têm de ser mais utilizadas para aquecimento e transporte para as metas globais de clima serem cumpridas, disse.