15/12/2016

Camargo apresenta para novos prefeitos a possibilidade de utilizar a hidrovia Tietê-Paraná para o transporte de minerais de construção

Fonte: Secretaria de Energia e Mineração

Hidrovia transporta atualmente 6 milhões de toneladas e pode ser ampliada gerando emprego e renda

hidrovia tiete parana

O assessor técnico da Secretaria de Energia e Mineração Antônio Camargo Junior participou na última sexta-feira, 9 de dezembro, da posse da nova diretoria do Consórcio Intermunicipal Tietê-Paraná, onde realizou uma palestra sobre as possibilidades de utilização da hidrovia pelos 69 municípios influenciados pelo conjunto de reservatórios hidrelétricos do Sistema Tietê-Paraná.

“O uso da hidrovia para transporte e suprimento de bens minerais para a indústria de transformação paulista e construção civil, aliada com a adoção das energias renováveis, como solar e biomassa, são diferenciais competitivos que devem ser explorados pelos municípios filiados ao Consórcio”, afirmou Camargo.

Os temas de maior interesse da plateia foram o uso do transporte fluvial, o fortalecimento da matriz energética regional, o suprimento de insumos minerais e o turismo náutico ao longo da hidrovia.

A reunião de orientação para os prefeitos que assumirão o mandato em 2017, ocorreu no Centro de Estudos do Universo em Brotas. A hidrovia possui 800 quilômetros de vias navegáveis, dez reservatórios, dez barragens, 23 pontes, 19 estaleiros e 30 terminais intermodais de cargas, nas quais chegam a ser transportadas 6 milhões de toneladas por ano.