21/12/2016

Primeiro caminhão elétrico do mundo circula pelo interior de SP

Fonte: Pensamento Verde

O caminhão 100% elétrico terá capacidade de compactar até 16 toneladas de lixo e poderá operar por oito horas com apenas uma recarga de duas horas

Segundo um estudo realizado com mais de 15,7 veículos em todo o Brasil pela EcoFrotas, foi descoberto que os caminhões de coleta de lixo emitem aproximadamente 1,24 Kg de CO2 por quilômetro rodado e que isso está relacionado com a característica da operação e com o uso do diesel.

Para evitar esse tipo de problema e ajudar o planeta a diminuir as emissões de gases poluentes, foi criado o primeiro caminhão no mundo 100% elétrico, destinado para a coleta e compactação de lixo. O projeto foi desenvolvido através de uma parceria entre a Corpus Saneamento e Obras e a fabricante chinesa Build your Dreams (BYD) e já começou a rodar nas cidades de Paulínia, Indaiatuba, Tietê, Salto e Valinhos.

O veículo que faz todo o processo sem nenhum ruído ou poluição, funciona através de uma bateria de fosfato de ferro lítio reciclável e pode compactar até 16 toneladas de lixo por turno de funcionamento e ainda pode circular por cerca de 200 Km ou realizar oito horas de operação com apenas duas horas de recarga em uma tomada.

A manutenção do caminhão será bem simples e o seu carregamento poderá ser feito até a metade de 2017, com a energia gerada no aterro, tornando o processo totalmente sustentável. O objetivo a longo prazo do diretor operacional da Corpus, João Paschoalini, é contar apenas com os caminhões 100% elétricos em sua frota.
Expectativa é de produção em larga escala

Carlos Roma, diretor comercial da BYD no Brasil, explicou mais sobre o veículo elétrico em entrevista ao site do jornal Zero Hora. “O caminhão BYD eT8A possui transmissão automatizada, auxiliar de partida em rampa e aplicação automática dos freios de serviço sempre que o veículo estiver a zero km/h, proporcionando muito conforto ao motorista e uma condução segura e sem estresse. Além disso conta com torque máximo de 1500 Nm a zero RPM, oferecendo um desempenho sem igual na classe e em todas as condições de operação. Com menos peças móveis o custo de manutenção esperado é de pelo menos um terço do veículo a diesel”.

Roma ainda ressaltou que a BYD está em fase de negociação com outras empresas, mas que em sua concepção, somente com dez ou vinte encomendas a montadora seja capaz de ter uma escala suficiente para instalar uma linha de produção do caminhão na fábrica de Campinas e que, em cinco anos, eles já poderiam atingir uma produção anual mínima de 800 unidades.

A empresa chinesa que é a pioneira na produção veículos elétricos e baterias recarregáveis do mundo, foi fundada em 1995 e está no Brasil há dois anos. Já a Corpus é uma empresa bastante consciente quando se trata de meio ambiente e foi criada em 1982 pelo Eng. Cinéas Feijó Valente, visando atender os segmentos de limpeza urbana na coleta, transporte e destinação de resíduos.