08/12/2016

Subsecretaria de Energias Renováveis avança nas propostas de fomento

Fonte: Secretaria de Energia e Mineração

A ideia é criar condições para facilitar investimentos na cadeia produtiva e na produção de energia fotovoltaica

AV9A6518 - Cópia

Nesta segunda-feira, 5 de dezembro, o subsecretário de Energias Renováveis, Antonio Celso de Abreu Junior recebeu na Secretaria, representantes das empresas Ciel & Terre,  Alexis Gaveau, e Harold Meurisse, Hélène La Gall e Orestes Gonçalves, da Sunlution, num encontro que reforçaram o comprometimento com a industrialização da geração solar flutuante no país.

A proposta discutida pelo grupo será implantar empreendimentos solares e híbridos de médio e grande porte, por meio da Ciel & Terre Brasil, joint venture formada por essas empresas, para oferecer soluções completas em projetos de usinas flutuantes de geração solar e atender os mercados de Usinas Hidrelétricas e PCHs, Estações de Água e Tratamento, Agricultura, Aterros Sanitários e Lixões.

Segundo Antonio Abreu, “A iniciativa será mais uma janela de oportunidades para investidores  e consumidores de energia elétrica”, afirmou.

A Ciel & Terre Internacional, fabricante francesa da tecnologia de flutuador para usinas de geração fotovoltaica, está presente na China, Reino Unido, Japão e  USA. 

Já a Sunlution é uma empresa brasileira especializada em micro e mini geração distribuída a partir da energia solar e de gerações híbridas solar e eólica.

Potencial de Energia Solarimétrica no Estado

O Levantamento do Potencial da Energia Solar Paulista, estudo lançado em abril de 2013 pela Secretaria de Energia e Mineração do Estado de São Paulo aponta que a geração estimada é 12 milhões MWh/ano, suficiente para abastecer 4,6 milhões de residências. O estudo demonstra ainda que o Estado tem potencial instalável solar de 9.100 MWp e as regiões de Araçatuba, Barretos e Rio Preto se destacam para o aproveitamento da luz solar.