26/01/2017

Pipas e balões deixaram mais de 500 mil clientes da EDP sem energia

Fonte: Canal Energia

pipa_e_baloes

Um levantamento feito pela EDP (SP) revelou que quase 504 mil clientes ficaram sem energia elétrica em 2016 por causa de ocorrências com pipas e balões. Foram 6.833 casos registrados nos 12 meses avaliados, sendo que Guarulhos e Itaquaquecetuba são as cidades com os maiores números de ocorrências, com 2.147 e 780, respectivamente. No período de férias escolares, o número de ocorrências cresce. Em janeiro de 2016, por exemplo, foram 1.081 casos. Em julho, 1.224. Já abril, mês com a menor quantidade de registros, foram 254 ocorrências.

Alguns materiais usados na confecção de pipas são condutores de energia e aumentam o perigo quando estão em contato com a rede elétrica, como as rabiolas feitas de fios de nylon. Quando pipas e balões encostam na rede elétrica, eles podem causar, além da queda de energia, danos a equipamentos e acidentes graves, como queimaduras e até mortes.

Para empinar pipa de forma segura, o recomendado é que as pessoas busquem espaços como parques e campos abertos, onde não exista o risco de contato com os fios de energia. O uso de cerol é proibido e pode gerar multa ou prisão, dependendo da legislação vigente em cada município. Já soltar balões é crime, previsto no artigo 42 da Lei de Crimes Ambientais. A pena varia de um a dois anos de detenção e/ou multa.