31/03/2017

ANP divulga as novas áreas para o 3º leilão do pré-sal

Fonte: Valor Econômico

pre-sal_0

O Conselho Nacional de Política Energética (CNPE) tem quatro áreas do pré-sal para ofertar na 3ª rodada de partilha, em novembro. O diretor da Agência Nacional de Petróleo (ANP), Felipe Kury, confirmou ontem o que o cardápio do leilão inclui Pau Brasil, Peroba, Saturno e Alto de Cabo Frio- as duas últimas áreas adjacentes e que serão leiloadas separadamente.

As áreas já vinham sendo mapeadas há alguns anos pela ANP e serão submetidas à aprovação do CNPE em abril. Uma das principais apostas é Pau Brasil, que, segundo estimativas divulgadas pela ex-diretora da ANP Magda Chambriard quando ainda comandava a agência, teria potencial para 8 bilhões de barris de petróleo “in situ” (óleo total ainda não aprovado, contido no reservatório e não necessariamente recuperável).

Durante a reunião de abril, o CNPE pretende aprovar também o calendário plurianual de rodadas. O secretário-adjunto de Petróleo e Gás Natural do Ministério de Minas e Energia, João de Nora Souto, afirmou que a expectativa é que, no encontro, sejam definidos os setores que irão a leilão entre 2017 e 2019. Ao todo, o governo prevê realizar dez licitações no período.

Em 2017, além da 3ª rodada de partilha, o governo prevê realizar uma licitação de campos com acumulações marginais; a 14ª rodada de blocos exploratórios; e um leilão de áreas unitizáveis da União – áreas não licitadas e que se conectam a descobertas cujos reservatórios extrapolam os limites da concessão: Carcará, Gato do Mato, Tartaruga Mestiça e Sapinhoá.