27/04/2017

MME deve relizar leilão de energia renovável com fontes renováveis

Fonte: Petronotícias

energias renováveis2

O Brasil deve ter este ano apenas um leilão de energia de reserva, com a contratação de usinas eólica, solar, pequenas centrais hidrelétricas e bioenergia. O certame, previsto para setembro, deve oferecer contratos com entregas para os anos 2020, 2021 e 2022.

A decisão sobre o leilão único, contudo, só deve acontecer após a licitação de descontratação de energia, marcada para o dia 31 de agosto, e também após a revisão da garantia física das hidrelétricas. Enquanto isso, em relação aos leilões regulares, o Ministério de Minas e Energia vai pedir que as distribuidoras apresentem a necessidade de energia para os próximos sete anos.

A partir destas informações, a pasta poderá fazer um leilão no final de 2017 com contratos de entrega de energia para 2020 e 2024. Mas este certame só acontecerá caso o MME identifique a demanda das distribuidoras. Em pesquisas iniciais feitas pela Empresa de Pesquisa Energética, o Brasil deve precisar contratar um volume de até 15 mil MW de energia nova.