17/05/2017

Tarifas de cooperativa de SP terão aumento médio de 51,68%

Fonte: Canal Energia

Indices da Cernhe serão aplicados a partir de 17 de maio

coperativa_energia

A Agência Nacional de Energia Elétrica aprovou o reajuste da Cooperativa de Eletrificação e Desenvolvimento Rural da Região de Novo Horizonte e as revisões tarifárias da Cooperativa de Eletrificação Rural da Região de Promissão e da Cooperativa Regional de Energia Taquari-Jacuí.

As tarifas da Cernhe terão aumento médio de 51,68%, com impacto de 51,71% para os consumidores atendidos em baixa tensão e de 39,08% para os clientes da alta tensão. O aumento é resultado da retirada dos descontos das tarifas de suprimento da cooperativa, que chegam a 50% do valor da energia comprada da concessionária supridora – a Companhia Nacional de Energia Elétrica. Os índices vão vigorar a partir de 17 de maio de 2017. A Cerhne atende cerca de 4 mil unidades consumidoras em Novos Horizonte, São Paulo.

Revisão – Para a Cerpro, também do interior de São Paulo, e a Certaja, do Rio Grande do Sul, foram homologados índices de revisão, mas os percentuais definitivos de correção das tarifas só serão conhecidos no reajuste tarifário anual, que ainda será votado pela Aneel. Em razão do adiamento da revisão tarifaria das cooperativas no ano passado, o processo de revisão coincidiu com o de reajuste este ano. As tarifas serão aplicadas a partir de 29 de maio.