23/06/2017

Unesp poderá economizar R$ 10 milhões por ano com projeto de eficientização desenvolvido pela Secretaria de Energia e Mineração e pela Cogen

Fonte: Secretaria de Energia e Mineração

Universidade Estadual Paulista possui 38 sedes distribuídas em 24 municípios que consomem 55 GWh por ano

Subsecretario Energias Renováveis Antonio Celso de Abreu Junior

A Secretaria de Energia e Mineração do Estado de São Paulo e a Cogen – Associação da Indústria de Cogeração de Energia estão trabalhando para desenvolver um projeto de economia de energia nas 38 unidades da Unesp – Universidade Estadual Paulista, espalhadas pelo Estado, que juntas têm um gasto anual de conta de luz de R$ 26 milhões.

A primeira reunião para debater o projeto aconteceu no último dia 14 de junho, na sede da Secretaria, entre a equipe técnica da Subsecretaria de Energias Renováveis e diretores da Cogen.

Com um consumo anual de 55 GWh, os primeiros estudos mostram a viabilidade técnica de migração da Universidade para o mercado livre de energia. A expectativa é que somente com essa mudança a Unesp tenha uma economia de 25% na conta, o que representa cerca de R$ 6,5 milhões.

Os estudos também irão contemplar a possibilidade de instalação de placas fotovoltaicas no teto dos 38 prédios e fazendas experimentais que estão distribuídas em 24 municípios no Estado.

A análise inicial é de que a Unesp consiga alcançar uma economia anual de R$ 10 milhões juntamente com outras ações como a substituição da iluminação atual por lâmpadas de led, modernização dos equipamentos de refrigeração, instalação de geradores para os horários de ponta, além da migração para o mercado livre de energia.

“Gerar economia para as instituições do Estado, aumentar a geração renovável na matriz energética paulista gerando emprego e renda para população. O objetivo do projeto é alinhar programas com as diretrizes do Governo Estadual”, disse o subsecretário de Energias Renováveis, Antonio Celso de Abreu Junior.

A Cogen definirá uma empresa parceira, que irá estruturar todo o projeto e apresentará as melhores opções e viabilidade técnica para a eficiência energética.

Os dados energéticos dos últimos 24 meses da Unesp, foram levantados pelos engenheiros da Universidade, Arthur Francisco de Moraes Junior e Luiz Valdir Vendramin.

Participaram da reunião o diretor da Cogen, Leonardo Caio, a conselheira da Cogen Josiane Napolitano e o assistente executivo da Subsecretaria de Energias Renováveis, Paulo Milton Sassi Junior.

Universidade Estadual Paulista – Unesp

A Unesp (Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho”) é uma das maiores e mais importantes universidades brasileiras, com destacada atuação no ensino, na pesquisa e na extensão de serviços à comunidade.

Mantida pelo Governo do Estado de São Paulo, é uma das três universidades públicas de ensino gratuito, ao lado da USP (Universidade de São Paulo) e da Unicamp (Universidade Estadual de Campinas).

Criada em 1976, a partir de institutos isolados de ensino superior que existiam em várias regiões do Estado de São Paulo, a Unesp tem 34 unidades em 24 cidades, sendo 22 no Interior; uma na Capital do Estado, São Paulo; e uma no Litoral Paulista, em São Vicente.