05/07/2017

No 2º Brasil Solar Power, Meirelles destaca o rápido crescimento da energia fotovoltaica em São Paulo

Fonte: Secretaria de Energia e Mineração

Organizado pela Absolar e o Grupo Canal Energia, o evento ocorre no Rio de Janeiro entre os dias 5 e 6 de junho

19665279_1596717223714434_6856198536546355829_n

O secretário de Energia e Mineração de São Paulo, participou nesta quarta-feira, 5 de junho do 2º Brasil Solar Power – Conferência & Exposição, evento internacional do setor solar fotovoltaico brasileiro, realizado no centro de Convenções Sul América, no Rio de Janeiro.

“O Brasil Solar Power é um evento muito importante para a o desenvolvimento da cadeia produtiva e é a comprovação de que as energias renováveis avançam rapidamente em nosso país. A energia fotovoltaica vem crescendo fortemente nos últimos anos no Estado de São Paulo. Atualmente, são 2.112 instalações em casas, comércios e indústrias, com potência instalada de 11,15 MW. Crescimento de 6.000% na potência instalada em relação a 2014.”, disse Meirelles.

O Estado de São Paulo conta, atualmente, com uma usina fotovoltaica de grande porte, instalada em Tanquinho, no município de Campinas, com potência de 1082 KW e capacidade de geração de 1,6 GWh por ano, suficiente para abastecer por um ano 657 residências com consumo de 200 KWh/mês.

Além disso, estão em funcionamento Unidades de Pesquisa em Tecnologia na USP com potência de 12 kWp, na Unesp, com potência de 5,25 kWp, além de uma mini usina fotovoltaica com capacidade de geração de 80 kWp no Palácio dos Bandeirantes.

A Cesp instalou e opera uma usina piloto fotovoltaica (terrestre e flutuante) de 550 kW e planta eólica de 200 kW (duas unidades geradoras de 100 kW) na usina de Porto Primavera. E instalou também postes de iluminação e três mini usinas fotovoltaicas, com cerca de 600 kW de capacidade total, nos parques Villa Lobos e Cândido Portinari.

Também foram instaladas, para estudo técnico, plantas de microgeração distribuída em habitações da CDHU, por meio de sistema de compensação de energia com as distribuidoras regionais. Os dados obtidos desses estudos serão complementados com a implantação de sistemas fotovoltaicos para mais de 51.000 residências distribuídas no território paulista, com recursos de P&D e eficiência energética das concessionárias paulistas.

O Brasil Solar Power é organizado pela Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (ABSOLAR) e pelo Grupo Canal Energia. Segundo os organizadores o evento se tornou o principal ambiente de negócios de grande porte (geração centralizada) do setor, como a única feira de negócios de geração distribuída do Rio de Janeiro.

Além do congresso, acontece também nos dois dias uma feira que reúne a cadeia produtiva do setor, em ambiente que propicia negócios, network de difusão de conhecimentos.