25/07/2017

Tecnogera e Comgás fecham parceria para aluguel de geradores a condomínios

Fonte: Canal Energia

Modelo proposto deixa máquina com o condomínio ao fim do contrato

gerador_gas

A Tecnogera fechou uma parceria com a Comgás para a locação de geradores a gás destinados a todos os condomínios que fazem parte da rede de distribuição Comgás. A área de cobertura envolve toda a Região Metropolitana de São Paulo, a Região Administrativa de Campinas, Baixada Santista e Vale do Paraíba. Pela parceria, a Comgás, que atende mais de 1,4 milhão de clientes no estado de São Paulo, passa a disponibilizar geradores de energia a gás em seu portfólio de aplicações, que já oferece aquecedores de ambientes, piscinas, churrasqueiras, sauna, Spa, ar condicionado, secadoras, lareira, entre outros.

Durante o atendimento aos seus clientes, assim que a Comgás identificar a necessidade de uso de geradores nos condomínios, a demanda será enviada à Tecnogera, que fará a proposta de locação. O modelo de aluguel proposto pode durar até 5 anos e no final do período, o gerador passa a ser do condomínio. De acordo com Abraham Curi, CEO da Tecnogera, a parceria com a Comgás é muito estratégica. Segundo ele, mesmo tendo a frota de geradores a diesel mais nova do país e que consome menos combustível gerando a mesma quantidade de energia, oferecer geradores que funcionem a gás já era uma meta da empresa.

Para os condomínios atendidos pela distribuidora, a vantagem da locação dos geradores movidos a gás vai além da menor emissão de ruídos e poluentes, mas envolve também um menor custo de manutenção e a garantia de funcionamento de elevadores, portões automáticos e iluminação das áreas comuns do prédio em caso de interrupção da energia fornecida pela concessionária. Podendo se estender para áreas privativas, fornecendo energia para todas as unidades do condomínio, se necessário.

Por funcionarem a gás, os geradores não requerem a manutenção de reservatórios de combustível por funcionários do condomínio, o que elimina a insalubridade neste processo. Segundo o CEO, atualmente cerca de 9% do mercado de geradores é movida com esse tipo de combustível, contra 87% a diesel. Mas ele lembra que os percentuais devem se equilibrar com o passar dos anos, já que as restrições legais e ambientais aos combustíveis fósseis são cada vez maiores. Outro dado que fortalece o uso de geradores de energia a gás está na expectativa de crescimento da capacidade instalada nesta modalidade de motor. A capacidade instalada, que fechou 2015 com 12,9 GW, deverá chegar a 26,3 GW até 2024.